8 erros de maquiagem: Saiba como evitá-los e fazer a make perfeita

Um dos erros mais comuns que frequentemente ocorrem com a maquiagem é o “efeito de máscara”: um rosto muito plano ou, ao contrário, com um excesso de  contorno. É fácil cometer um erro ao aplicar a base, mas é difícil não perceber, pois tal erro pode arruinar a imagem mais sofisticada.

Sabe quando as pessoas olham demais para o nosso rosto? Então, podemos pensar que a maquiagem está perfeita, quando, na verdade, tem manchas na pele, devido a aplicação incorreta da base, contorno ou excessos, acabando com nosso visual.

Você quer impressionar ao se maquiar? Confira quais erros comuns são cometidos e como evitá-los para ter a pele lisa perfeita.

1. Uso do pincel inadequado

A qualidade da aplicação da base depende diretamente, não apenas do produto em si, mas também do pincel que é usado. Olhe para as ferramentas que têm pelos espessos e densos e, o mais importante: se é artificial ou natural. O pincel sintético é ideal para maquiagem cremosa, pois distribuem a base de maneira mais uniforme e não absorvem muito produto.

2. Ignorar a hidratação

A ausência de umidade afeta tanto a aparência quanto a juventude da pele, portanto, hidratá-la é essencial. Além disso, ao maquiá-la, a mesma parecerá pouco atraente: a base da maquiagem enfatizará o ressecamento.

Adquira o hábito de aplicar um hidratante que pode ser um creme clareador ao mesmo tempo, pois ajuda a melhorar a qualidade e aspecto da pele. Faça isso imediatamente depois de lavar o rosto pela manhã. Assim, ao aplicar a maquiagem, levará tempo para absorver completamente. E não se esqueça de esfoliar as células mortas ao menos uma vez na semana.

3. Aplicar camadas de maquiagem

Nos videotestes de maquiadores, estamos acostumados a ver o kit completo: creme, primer, base de maquiagem, blush, bronzer, marcador, pó e assim a maquiagem “natural” foi concluída. Mas, na vida real, isso pode não ser benéfico diariamente, mesmo se forem usados ​​cosméticos profissionais de alta qualidade.

Na maquiagem diária, uma leve camada de blush será suficiente, além disso, evita que a próxima camada, movimente a anterior e deixe com aspecto “pesado”. Aplique o blush sobre a base de maquiagem em uma camada fina com um pincel macio e fofo. Desta forma, a maquiagem não será manchada ou vista com imperfeições.

4. Aplicar a base de maquiagem em vez do corretivo

À primeira vista, pode parecer que a base de maquiagem e o corretivo têm objetivos idênticos: esconder as imperfeições. Vale a pena então adquirir ambos os produtos ou seria mais lógico aplicar a base em todo o rosto, especialmente se não apresentar imperfeições perceptíveis?

Muitas mulheres consideram equivocadamente que têm uma pele problemática e, devido a “manchas”, cobrem-na completamente com uma base densa.

Em cursos profissionais de beleza os maquiadores recomendam aplicar uma camada mínima e, para pequenos defeitos, optar por um corretivo. Mesmo se você apresentar uma pele problemática, isso será suficiente para nivelar seu tom.

Além disso, mesmo a base mais densa não esconde as imperfeições, isso não é seu propósito. Para disfarçar a vermelhidão, os círculos azuis escuros ou verdes, existem corretivos de diferentes tonalidades: do pêssego ao roxo. Assim, o tom verde disfarçará aqueles avermelhados, a lavanda enfrentará o tom amarelado, enquanto o damasco refrescará a pele cinza e cansada.

5. Escolher a base que não corresponde ao tom do rosto

A pele do rosto, mais frequentemente do que outras áreas do corpo, é exposta a procedimentos cosméticos: cera depilatória para buço, esfoliantes e afins. Por causa disso, o bronzeado do verão desaparece irregularmente, então o rosto fica mais claro que o pescoço e as orelhas.

Você provavelmente precisará de um produto com vários tons mais escuros do que a verdadeira cor facial. Nesse caso, se você optar por um creme no mesmo tom do pescoço, pode cometer um erro, já que essa parte do corpo recebe sombras de muitos ângulos. Portanto, o tom ideal é o da cor do seu rosto.

6. Não escolher o tom da base sob a influência de uma luz artificial

Com iluminação artificial em uma loja, a base de maquiagem pode parecer diferente do que se você estivesse na rua, ou mesmo sob outro tom de luz.

Para evitar errar, aplique o produto do testador e avalie sua cor perto de uma janela. Se isso não for possível, vá para fora. Além disso, leve seu tempo caminhando pelas lojas para ver como a base se comportará em sua pele: alguns produtos podem oxidar, então o rosto assume um tom avermelhado desagradável.

7. Produtos com brilho diário

A fronteira sutil entre um esplendor delicado e brilho fora do lugar não é tão fácil de encontrar. Você gasta um pouco com os produtos, com o pincel e pronto! O rosto brilha como uma guirlanda de uma árvore de Natal.

Especialmente, muitas mulheres “brilhantes” apareceram nas ruas das grandes cidades, e não tanto, depois que o efeito iluminador tornou-se moda. Esta técnica permite trazer alívio ao rosto sem recorrer a um  contorno notório. No entanto, no dia a dia, é melhor desistir de texturas muito brilhantes.

8. Água micelar antes da base de maquiagem

Algumas mulheres usam água micelar pela manhã para limpar e tonificar a pele. No entanto, se você pretende aplicar a base tonal mais tarde, deixe-a para remover maquiagem e cuidar da sua pele à noite.

Esse produto, além de absorver impurezas, produz que podem deixar imperfeições ao aplicar a base. Para refrescar seu rosto e limpá-lo pela manhã, use um tônico tradicional sem álcool.

Dicas de beleza.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *