Hospitais: Os Melhores Estabelecimentos Para Trabalhar

Se você é da área da saúde, ou até mesmo de áreas técnicas e administrativas e quer saber quais empresas valorizam os seus funcionários e mantém um bom ambiente de trabalho confira nosso artigo. Hoje vamos mostrar as melhores empresas para se trabalhar no segmento hospitalar.

melhores hospitais trabalhar

Hospital Edmundo Vasconcelos (São Paulo, SP)

O complexo hospitalar Edmundo Vasconcelos ganhou durante 6 anos consecutivos o primeiro lugar do prêmio da pesquisa GPTW – Great Place to Work, onde constam as melhores instituições para se trabalhar em saúde no país.

O reconhecimento, segundo a administração do hospital, vem para afirmar sua gestão de pessoas, onde os profissionais são valorizados e tem oportunidades de crescimento em diversos níveis de atividade.

O hospital hoje conta com mais de 50 especialidades, 1.400 médicos, realiza cerca de 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 230 mil consultas ambulatoriais, e 1,45 milhões de exames. Tudo isso em um ano, já deu para perceber que precisa de muitos funcionários para tudo funcionar com excelência, né?

O hospital é privado, e está localizado no bairro da Vila Clementino.

Hospital de Olhos Francisco Vilar (Teresina, PI)

 O hospital de Olhos Francisco Vilar é especializado na área de oftalmologia, tendo como especialidade retina, catarata, glaucoma, lentes de contato, estrabismo, córnea, transplante, doenças externas oculares, entre outros. O hospital já ganhou prêmios pela qualidade de seus serviços prestados.

Mas além disso, o hospital de Olhos Francisco Vilar também conquistou o prêmio por ser um dos melhores hospitais para se trabalhar no Brasil. O prêmio alegrou bastante a equipe de recursos humanos do hospital, que afirmou que a premiação foi fruto de um longo trabalho para o desenvolvimento de talentos.

Além disso por conta dos prêmios cada vez mais pessoas procuram a instituição para trabalhar, ganhando reconhecimento também das pessoas que desejam cada vez mais poder ser colaborador do hospital.

O hospital é privado, e possui duas unidades em Teresina, e uma unidade na Parnaíba.

Hospital Leforte (São Paulo, SP)

O Hospital Leforte pertence ao grupo de saúde bandeirantes, contando com uma administração de mais de 30 anos no mercado hospitalar. Atualmente se destaca pela tecnologia de ponta presente em sua unidade de terapia intensiva, além de outras especialidades que o hospital possui.

Além disso, o hospital ganhou por duas vezes o prêmio da pesquisa GPTW – Great Place to Work, que os elegeu com um dos melhores hospitais para se trabalhar no Brasil.

Segundo a equipe de recursos humanos da empresa o prêmio foi resultado de ações adotadas como programas de qualidade de vida para os funcionários e ações de reconhecimento, afim que o funcionário se sinta valorizado por sua atuação na empresa.

O hospital Leforte é uma instituição privada, e possui unidades no bairro da Liberdade e do Morumbi.

Santa Casa de Fortaleza (Fortaleza, CE)

A Santa Casa de Fortaleza é uma das instituições mais antigas do estado, assim como a rede de Santas Casas presente no Brasil. Suas especialidades são muitas, além da alta complexidade em seus serviços, a Santa Casa possui a maior rede de residência médica do país, além de atuar fortemente na pesquisa e no ensino.

Segundo a pesquisa GPTW – Great Place to Work a Santa Casa de Fortaleza é uma das melhores empresas no ramo saúde / hospitalar para se trabalhar no Brasil. Para os gestores do hospital o prêmio reflete algo bom, mesmo com a crise financeira que as Santas Casas vêm enfrentando.

O hospital tem caráter filantrópico, e está localizado no centro de Fortaleza.

Hospital Moinho de Vento (Porto Alegre, RS)

 O hospital é localizado na capital gaúcha, e é o único entre os melhores do Brasil que sai do eixo Rio – São Paulo. O hospital já recebeu diversos prêmios devido a qualidade dos serviços prestados, e por seu sistema de gestão. Suas especialidades são muitas, desde média a alta complexidade.

Com parceira com o Ministério da Saúde o hospital pretende abrir uma unidade para atender a população carente de Porto Alegre, através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Mas além de toda essa qualidade no serviço prestado o hospital foi o único do Rio Grande Do Sul a ficar na lista das melhores empresas para se trabalhar no segmento hospitalar. Para a administração do hospital o prêmio reflete todo o incentivo e valorização na carreira de seus funcionários.

O hospital Moinho de Vento é privado, e possui duas unidades, uma localizada no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre. E outra no Shopping Iguatemi, também de Porto Alegre.

Agora que você já conhece as melhores instituições para trabalhar no Brasil, no segmento hospitalar, já pode preparar o seu currículo.

E se você gostou do artigo de hoje, continue em nosso site e confira as novidades.

Como Medir a Temperatura do Pet?

Quando temos um cachorro em casa, sabemos que durante os dias podem surgir alguns problemas de saúde, visto que o pet sempre estará exposto a agentes externos que podem fazer mal a ele. Assim como nos seres humanos, um dos primeiros sinais de que o cachorro não está bem, é quando ele sente febre. Por isso é importante ficar atento à temperatura corporal do seu animal de estimação.

temperatura do pet

Segundo especialistas, em geral a temperatura dos cachorros é maior do que a dos seres humanos. Um termômetro que mede 39 C em uma pessoa já pode ser considerado como estado febril. Entretanto, nos bichinhos esse número já é normal, os cães podem variar suas temperaturas entre 37,5 a 39,5 C. Então se ele brincou bastante a temperatura pode aumentar, mas depois de um período de descanso, ela voltará ao normal.

Como descobrir se meu cão está com febre?

Possivelmente, se ele estiver doente, ficará cabisbaixo e triste, sem querer brincar. Consequentemente o apetite vai sumir e os olhos começarão a lacrimejar. Neste sentido, a melhor maneira de medir a temperatura do pet é com um termômetro. Em seres humanos, a maneira mais fácil de medir é colocando o objeto na axila ou na boca. Já nos animais, é via retal, por isso, vale a pena olhar para saber a forma correta.

Com ajuda de alguém, mobilize o cão em pé, logo em seguida, peça para que a pessoa o distraia e ao mesmo tempo segure a cabeça do animal, enquanto você realiza o procedimento;

Pegue o termômetro e se o mesmo for de mercúrio, chacoalhe até que a temperatura chegue a 35 C;

Lubrifique bem a ponta com óleo mineral ou vaselina

Segure a cauda do bichinho e coloque o termômetro no ânus, deixe por três minutos.

Após esse tempo, tire o instrumento, faça a higienização e veja qual a temperatura o mesmo atingiu.

Sempre faça a limpeza com álcool para evitar a proliferação de germes e bactérias.

Interpretando a temperatura do pet

Depois que medir a temperatura, é fundamental que você compreenda a hora certa de leva-lo ao veterinário. Algumas doenças podem vir com a febre, e elas podem ser causadas por vírus e bactérias, como a leishmaniose, lepstopirose e até mesmo a raiva, sabia disso? Também pode ser alguma reação do organismo a algum tipo de infecção, um ferimento não cicatrizado ou má alimentação, por exemplo.

Imprescindivelmente é preciso levar o bichinho a um veterinário. Só ele poderá diagnosticar o que se passa com ele. Então observe abaixo em quais casos você precisa leva-lo.

Menos de 35 C, Emergência (Aqueça o Pet). Leve-o no veterinário imediatamente;

De 35 a 37 C – Hipotermia leve, encaminhe o pet ao veterinário no mesmo dia

37,5 C – Temperatura normal

38 C – Temperatura normal

39 C – Temperatura normal

39,5 a 40,5 C – Febre alta – Leve o bichinho ao veterinário

41 C ou mais –  Emergência, resfrie o pet e leve-o imediatamente ao veterinário.

Providências

Independente de qual seja a temperatura do pet, é importante que você cultive o hábito de levar seu bichinho a um especialista regularmente. Os exames sendo realizados de forma rotineira, levarão você a ter menos preocupações com o estado de saúde dele. Aqui explicamos sobre a importância de uma dieta balanceada, com produtos frescos e naturais.  Eles garantem uma fortificação no sistema imunológico que auxilia na prevenção de doenças, entre muitos outros benefícios.

É essencial que você fique de olho no comportamento do seu bichinho. Qualquer sinal de febre pode ser perigoso, até porque se a temperatura corporal dele está alta, é porque alguma coisa não está funcionando bem.

Entre todas essas dicas que demos, o principal é você conhecer seu bichinho e também auxiliá-lo a adquirir hábitos saudáveis, que possam auxiliar em seu desenvolvimento e bem-estar ao longo dos dias. Reduzindo assim o risco de doenças mais sérias.

Agora você já sabe como medir a temperatura do seu pet e o que precisa fazer se os níveis de temperatura estiverem acima do normal! Fique ligado e não se esqueça que realizar esse procedimento com frequência, te trará menos preocupação em relação ao seu bichinho.

Entenda Tudo Sobre o Tratamento com Matizador!

Provavelmente você já ouviu falar no shampoo matizador e como ele atua clareando os cabelos. Se você pretende utilizar esse tipo de produto, mas ainda tem dúvidas em relação ao seu funcionamento, não deixe de conferir essas dicas!

Muitas mulheres gostam de tingir os cabelos colorindo e descolorindo várias vezes ao ano. Saiba que isto pode acabar com a qualidade dos seus fios! Talvez seja a hora de você tentar minimizar esses danos utilizando o shampoo matizador.

O que é e como funciona?

tratamento matizador

O shampoo matizador apresenta como principal característica a sua coloração que fica entre o azul e o roxo e atua corrigindo e matizando os diversos tons de loiro. Ele é ótimo para eliminar quaisquer resquícios de pigmentações e restabelece a cor natural de forma gradativa. O shampoo matizador também pode ser utilizado na obtenção de tons de cinza que estão em alta.

Como devo utilizá-lo?

Depende de cada caso: o resultado pode ser obtido de acordo com o tempo que o produto é aplicado e se o tratamento é bem realizado e planejado. A ação é praticamente imediata, porém, as mulheres que desejam alcançar tons mais platinados devem utilizar o shampoo por mais tempo, já as mulheres que desejam apenas retirar os pigmentos, devem reduzir o tempo de uso.

A ação do shampoo matizador é praticamente imediata, sendo assim, difícil de se controlar. O mais indicado é trabalhar com profissionais que já entendem do assunto, a não ser que você já trabalha na área (ou queira se arriscar).

Há contraindicações?

Cabelos muitos claros podem sofrer um efeito que chamamos de “efeito chumbo” fazendo com que os cabelos adquiram cores puxadas para o roxo e o cinza. Sendo assim, caso você queira fazer a aplicação por conta própria é recomendado que antes disso procure um profissional qualificado.

Tenha consciência que o produto é extremamente forte e a aplicação dever ser realizada entre 3 a 4 semanas entre uma aplicação e outra. O que pode acontecer se você utilizar o produto em um curto intervalo de tempo é que você irá obter tons indesejados ou até mesmo o ressecamento dos fios. Assim, outra coisa importante de se fazer é além do produto, utilizar bons hidratantes durante o período de aplicação.

Atenção! Cabelos muito danificados não são recomendados para este tipo de tratamento. O que deve ser feito antes de aplicar o matizador é a restauração da saúde do cabelo, principalmente aqueles que sofreram processos químicos.

Qual a diferença entre matização e coloração?

matizacao ou coloracao

Inicialmente é importante deixar claro de que não se trata da mesma coisa! A coloração implica na total mudança da cor do cabelo, no processo de matização a intenção é corrigir uma coloração que já existe! Sendo que o processo de matização é feito em várias etapas e a coloração geralmente em apenas uma. Então, não se trata de uma opção escolher entre um ou outro, e sim de ver se há necessidade de se aplicar determinado tratamento.

Tem como matizar cabelos avermelhados?

Sim, algumas linhas são específicas para esse tipo de cabelo. Porém, os mais comuns são em cabelos loiros, então se você possui esse tipo de coloração e deseja matizar seus cabelos talvez encontre alguma dificuldade em se encontrar produtos que atendam suas exigências dependendo da região.

Como saber se realmente preciso matizar os cabelos?

O primeiro sinal é a descoloração repentina, indicando que o mesmo precisa de uma reparação. Além disso, diferenças entre os tons na mesma região contendo tons mais claros e escuros no mesmo local.

Matizador e desamarelador é a mesma coisa?

Não.  O desamarelador é indicado para cabelos que estão perdendo o efeito de platinado e se aproximando de uma cor amarelo-ovo, como o próprio nome já diz, o desamarelador vai suavizar esses tons de amarelo, diferentemente do matizador que irá retirar qualquer tom indesejado que se encontre entre os fios.

Além disso, é importante ressaltar do efeito imediato do matizador e do seu tratamento que deve ser feito em etapas, pois se trata de uma recuperação da coloração original do fio. Vale destacar que ambos os produtos só deverão ser aplicados por profissionais pois a tentativa errônea no ato de aplicação poderá trazer grandes transtornos posteriores, e isso nenhuma mulher quer!