5 alimentos ricos em vitamina A (saudáveis ​​e nutritivos)

Os alimentos mais ricos em vitamina A incluem fígado, cenoura e batata-doce (ou batata-doce).
Existem 4 vitaminas lipossolúveis necessárias para a saúde; A vitamina A é uma delas . Enquanto o consumo dessa vitamina pode trazer grandes benefícios, sua deficiência de forma prolongada inclui sintomas como fadiga, problemas visuais e erupções cutâneas.

dieta 21 dias o que comer
Alimentos da dieta de 21 dias

Devido a sua grande importância para o bom funcionamento do organismo, neste artigo vamos explicar o que é e por que essa vitamina é tão importante. Também analisaremos as propriedades de 5 alimentos ricos em vitamina A ; a maioria deles são produtos de origem vegetal, embora também incluamos alguns alimentos cárneos.

O que é vitamina A?

A vitamina A é uma substância lipossolúvel necessária para o corpo humano e desempenha um papel muito importante como um antioxidante. Esta vitamina impede que os radicais livres causem dano celular em nosso corpo.

A vitamina A é essencial para o bom funcionamento dos sistemas imunológico, esquelético, respiratório, reprodutivo e da pele.

Entre os muitos benefícios da vitamina A estão sua capacidade de prevenir a cegueira noturna e a degeneração macular relacionada à idade – a causa mais comum de cegueira nos idosos.

Mesmo assim, sabe-se que consumir alimentos com vitamina A é mais benéfico do que tomar suplementos dessa vitamina. Se você ainda decidir obter o nutriente desta forma, é aconselhável procurar aconselhamento prévio de um profissional de saúde.

É aconselhável não tomar suplementos de vitamina A, juntamente com qualquer medicação retinóide, incluindo a isotretinoína (Accutane), um medicamento usado para tratar a acne, pois há um risco aumentado de toxicidade. Além disso, uma dieta com muito pouca gordura prejudica a absorção de todas as vitaminas lipossolúveis , incluindo a vitamina A.

Consequências do déficit desse nutriente

A deficiência de vitamina A pode produzir vários sintomas ou sinais na saúde humana. Em geral, esses sintomas geralmente se manifestam quando a deficiência está presente há vários meses. Abaixo estão os mais comuns:

  • Perda de apetite
  • Infecções frequentes (geralmente respiratórias) produzidas por uma função fraca do sistema imunológico
  • Perda de cabelo
  • Erupções cutâneas
  • Pele seca e olhos
  • Dificuldades e problemas visuais (incluindo cegueira noturna)
  • Crescimento geral fraco
  • Sentindo fadiga

É importante saber que essas deficiências de vitamina A geralmente ocorrem em pessoas desnutridas; Isso inclui alcoólatras, doentes crônicos e pessoas com bulimia, anorexia ou diabetes tipo I mal controlado.

Além disso, níveis muito elevados de vitamina A pode criar deficiências de outras vitaminas, como C, E e K. As pessoas com saúde normal e nutrição, no entanto, eles têm grandes reservas de vitamina A.

5 alimentos ricos em vitamina A

1. Fígado

O fígado é particularmente rico em vitamina A, já que é um dos locais onde esse nutriente é armazenado quando o corpo de quantidades excessivas dele. O fígado de peru é o que tem mais vitamina A , seguido por carne de vaca, porco e peixe. Este alimento também é rico em ferro, vitaminas B e D.

2. Ovos

O ovo é um alimento habitual na dieta humana. Em particular , um consumo de aproximadamente 4 ovos por semana é recomendado por suas altas qualidades nutricionais – entre outros, seu alto teor de vitamina A.

3. Batata-doce (batata-doce)

100 gramas de batata contêm cerca de 14187 UI de vitamina A. O tubérculo da batata doce é um tipo que pode ser preparado de diferentes maneiras, por si só ou como guarnição (como batata) e geralmente consumidos no Outono.

4. Cenouras

A cenoura é o vegetal mais comumente associado à vitamina A, especialmente por seu alto teor de beta-caroteno; 93% da composição de 100 g de cenoura corresponde à vitamina . No entanto, também contém vitamina C, vitamina E e vitamina L, bem como uma grande quantidade de minerais e fibras.

5. Espinafre

As folhas de espinafre, uma planta anual, são consumidas em grandes quantidades por suas muitas propriedades benéficas.

Referencias deste artigo:

Dieta de 21 dias : https://www.encare.info/dieta-de-21-dias/

Dieta dos pontos: https://dietadospontoss.com

Aveia: o que é, benefícios, propriedades e para que é usado

Aveia tem muitos benefícios e é normalmente consumida em biscoitos, farinha, panquecas ou barras.
Novas tendências, que põem em relevância estilos de vida mais saudáveis ​​em uma dieta saudável e com base em produtos orgânicos é tão importante quanto o exercício, ele se recuperou alimentos que estavam em desuso, reservados para dietas e estilos de vida especial ou mesmo para gado.

Este é um artigo fornecido pelo blog receita para diabeticos.

Este é o caso da aveia, um cereal tradicionalmente usado para a alimentação do gado, mas que está ganhando popularidade dentro das atuais correntes de estilo de vida saudável. Neste artigo, falaremos sobre o que são as aveias, qual é sua contribuição nutricional e quais são seus usos e benefícios.

O que é aveia?

receita para diabeticos
Aveia – Melhor alimento para receitas para diabeticos

A aveia, cientificamente conhecida sob o termo Avena sativa, é um cereal que, embora tenha sido mais comumente usado como alimento para o gado, nos últimos anos ganhou considerável popularidade por ser um alimento rico em nutrientes como Fibra dietética, associada a uma redução nos níveis de colesterol quando é consumida com freqüência.

Graças à sua popularidade e consideração como um alimento de saúde, a aveia pode ser integrado em diferentes receitas e elaborações, a maneira mais comum para usar como um ingrediente em cereais matinais, barras e biscoitos de aveia, mingau de leite ou panquecas e pães feitos de aveia.

Apesar de seus múltiplos benefícios, as aveninas (um tipo de proteína) presentes neste cereal podem desencadear uma doença ou reação celíaca em um pequeno grupo de pessoas. Além disso, os produtos feitos com aveia são comumente acompanhados por outros grãos e cereais que contêm glúten, como trigo e cevada, portanto as pessoas com doença celíaca devem tomar precauções especiais com seu consumo .

Segundo a pesquisa envolvidos em estudar as origens de alimentos diferentes, é a hipótese de que a aveia é uma planta nativa das terras do Oriente Médio e apareceu como uma cultura secundária derivada de uma erva daninha de um cereal domesticado primário. Com o passar do tempo seu cultivo se domesticou estendendo-se ao Oriente Médio e Europa, embora hoje em dia possa ser encontrado em todo o mundo.

Informação nutricional

Como mencionado no ponto anterior, a razão pela qual a aveia e os produtos feitos a partir dela adquiriram tal fama na sociedade de hoje é porque a aveia é um alimento muito rico em nutrientes .

De acordo com as recomendações dos nutricionistas, a ingestão diária de aveia recomendada varia de 25 gramas no caso das mulheres e 38 gramas para os homens.

Uma das principais características benéficas da aveia é seu alto teor de fibra dietética (9,5 gramas de fibra por 100 gramas de aveia), especificamente uma fibra conhecida como beta-glucana. Este tipo de fibra é distinguido, favorecendo a diminuição dos níveis de LDL ou “mau” colesterol .

Quanto ao resto de minerais, vitaminas e antioxidantes, 100 gramas de aveia contêm:

51% da ingestão diária de tiamina

6% de vitamina B6

26% de ferro

52% de fósforo

Potássio de 12%

8% de riboflavina

5% de niacina

44% de magnésio

14% de folato

13% de ácido pantotênico

26% de zinco

31% de cobre

246% manganês

Finalmente, se considerarmos a aveia informações calórico (371 calorias por 100 gramas), podemos ver que é um grande alimentos para incluem pequeno-almoço, porque nos dá a energia para começar o dia e permanecer ativo durante todo o dia .

Benefícios da estimulação cognitiva

Quando falamos de estimulação cognitiva, queremos dizer o conjunto de ações voltadas para que aqueles que sofreram um déficit cognitivo, quer por lesão, uma doença neurodegenerativa ou lesão, pode aumentar a sua qualidade de vida e melhorar este reserva naquelas populações consideradas “em risco”.

Objetivos da estimulação cognitiva

actionpro
ActionPro, estimulante para memória

Através dos exercícios de estimulação cognitiva é possível estimular e tratar as áreas afetadas e, através do esforço diário, consegue-se que elas recebam um funcionamento maior . Desta forma, a deterioração é impedida de avançar e ajuda a eliminar a desconexão com as pessoas ou o meio ambiente, enquanto estamos ganhando confiança em nós mesmos.

Conheça o ActionPro, o melhor suplemento para melhorar a memória. Acesse o site Oficial do Actionpro e descubra como ele funciona.

Linguagem, memória e atenção são as qualidades que mais beneficiam após a realização deste tipo de exercício. Como regra geral, os idosos ocupam 90% de atenção em termos de estimulação cognitiva, já que com o tempo é normal haver perda de memória ou algum tipo de comprometimento, ainda que leve.

As atividades que geralmente são realizadas têm a ver com escrever e ler, orientar, reconhecer imagens, formas ou sons, brincar com o toque, copiar desenhos e praticar atenção e concentração, tentando explicar mais tarde o que aconteceu ou colocando especiais atenção para saber se eles foram atenciosos.

Eles podem parecer exercícios simples e básicos, mas é o primeiro dos passos para fazer com que a estimulação cognitiva tenha efeito . Além disso, mostra-se que estes “jogos” significam que os pacientes que sofrem de doenças como Alzheimer notam um grande progresso e atrasam o progresso desta doença.

Dependendo do tipo de plataforma em que queremos basear nossos exercícios de estimulação cognitiva, podemos realizar algumas atividades ou outras . Sempre dependendo também do tipo de pessoa, porque nem todos precisam da mesma atenção ou se movem na mesma velocidade.

Através deste tempo de lazer, a qualidade de vida dos pacientes será melhoradaenquanto eles se divertem aprendendo. Curioso, certo?

Os problemas neurológicos são algo muito sério e devemos prestar atenção especial se não quisermos ir mais longe . Por esta razão, encorajamos todos aqueles que têm um amigo ou membro da família com este problema e começar o mais cedo possível a realizar exercícios cognitivos para que possam beneficiar de todas e cada uma das suas vantagens.

Ejaculação precoce pode ser tratada?

Hoje vamos responder a carta de um leitor que faz algumas perguntas sobre ejaculação precoce. O problema atinge cerca de 30% dos homens no mundo todo. No Brasil estudos chegam a falar em 40%.

Não existe um tempo específico antes de ejacular para definir esse problema sexual. Alguns homens ejaculam antes mesmo da penetração. Outros logo após a penetração provocando insatisfação a si próprio e à parceira. Entre as causas podemos citar aumento de sensibilidade da glande peniana; ansiedade frente ao desempenho sexual; inexperiência; primeira experiência com parceira que tenha estimulado coito rápido; culpa ou sentimentos negativos em relação à parceira. Não existe uma causa específica.

O problema é tratado através da psicoterapia, com medicamentos, ou usando associação dos dois. O objetivo é reduzir a ansiedade. Cada profissional tem a sua ordem de escolha por este ou aquele medicamento, devendo ser usado de forma contínua. É importante ressaltar que todo tratamento precisa ser acompanhado por um médico.

Outras possibilidades usadas são acupuntura, terapia sexual e até cirurgias – estas ainda consideradas experimentais. Há também quem use cremes naturais como o Macho Macho, que é usado em forma de massagens e promete melhorar a ejaculação e ereção.

Aos 68 anos o indivíduo que apresenta ejaculação precoce deve investigar também a sua qualidade de ereção e a rigidez de seu pênis. Alguns autores sustentam a ideia de que a redução da qualidade e tempo da ereção poderiam provocar ejaculação mais rápida. Nessa idade, a abordagem é diferente de um rapaz de 21 anos e de um adulto de 45.

É bom lembrar que na ejaculação precoce estão envolvidos todos os tipos de emoções e que saber lidar com eles é um ato de amadurecimento permitindo uma relação sexual saudável, com troca intensa do casal. Costumo dizer que a ejaculação precoce do homem é uma fotografia de sua vida. Se você vive estressado sua ejaculação também será assim.

E quanto à função sexual: as pessoas necessitam, realmente, de ajuda para ter prazer na relação sexual?

Olhemos os factos: quando questionados sobre a sua atividade sexual nos últimos 12 meses, um número significativo de homens e mulheres relataram um problema relacionado com o seu desempenho sexual; 24 por cento das mulheres, por exemplo, eram incapazes de alcançar um orgasmo com os seus parceiros; 17 por cento dos homens mostravam ansiedade quanto ao seu desempenho sexual; 15 por cento das mulheres tinham dor durante a relação sexual. E a lista continua…

Não queremos com isto sugerir que a sexualidade é apenas uma fonte de problemas. Na verdade, a maioria das pessoas, no geral, está perfeitamente satisfeita com as suas relações sexuais e não têm problemas médicos ou psicológicos importantes, relacionados com a sua saúde reprodutora ou sexual.

De qualquer modo, a maioria de nós encontra provavelmente, ao longo da vida, alguns desafios à sua saúde sexual, muitos dos quais relacionados com as várias fases da vida – gravidez, paternidade, menopausa, entre outras.

No que diz respeito à função sexual, existem numerosos problemas que afetam o desempenho sexual da população, incluindo a depressão e doenças crônicas, como a diabetes. O recente lançamento de uma droga que ajuda os homens a ter ereções provocou o maior “boom” de vendas da história farmacêutica prova indiscutível de que esta é uma área em que muitos indivíduos e casais precisam de ajuda.

macho macho para homens

Atualmente, as pessoas iniciam a sua vida sexual mais cedo?

Essa é a tendência, apesar de ser mais gradual do que a maioria das pessoas pensa. Para os homens e mulheres nascidos entre 1933 e 1942, a idade média da primeira relação sexual era 18 anos. Para aqueles que nasceram 20 anos mais tarde, essa média era aproximadamente 6 meses mais cedo. No entanto, por outro lado, a atividade sexual dos adolescentes está a aumentar. O número de jovens a frequentar os últimos anos do liceu entre 1971 e 1988 e que tinham tido mais de um parceiro sexual aumentou aproximadamente 60 por cento.

A que se deve esta mudança?

Na verdade, existem factores quer biológicos quer culturais que entram em jogo nesta tendência. Devido a uma melhoria dos cuidados de saúde e da nutrição, as crianças atingem a puberdade mais cedo do que acontecia anteriormente. No início do século, as raparigas atingiam a puberdade com a idade média de 17 anos; atualmente atingem aos 11 anos. Do mesmo modo, a idade média do casamento também mudou.

Aproximadamente 80 por cento das pessoas nascidas entre 1933 e 1942 casaram quando tinham cerca de 27 anos, comparativamente com 50 por cento dos indivíduos nascidos 20 anos mais tarde. Isto faz com que, atualmente, a probabilidade de terem tido vários parceiros sexuais antes de “se instalarem” num casamento ou noutro relacionamento a longo prazo seja maior.

O que aconteceu à regra de ouro “sexo só depois do casamento”?

Com tudo o que vemos e pensamos acerca da promiscuidade existente na sociedade, é notável que 16 por cento dos homens e 20 por cento das mulheres ainda permaneçam virgens até ao casamento. Saber se a opção pela a abstinência sexual até à assunção de uma relação mais duradoura revela a melhor escolha é muito discutível, uma vez que, normalmente, a decisão prende-se mais com valores religiosos e culturais do que propriamente com uma questão de saúde.

É inquestionável que a abstinência sexual até ao casamento é a melhor forma de o casal evitar doenças sexualmente transmissíveis. Em todo o caso, é importante reconhecer que a saúde sexual não se resume a evitar doenças; a capacidade de gostar do próprio corpo e exprimir amor e intimidade de formas mutuamente satisfatórias é igualmente importante.

Beba água para perder peso

Abaixo você pode ler informações sobre a importância de beber água para perder peso. Este artigo mostra informações sobre nutrição e saúde com caráter informativo que não podem nem devem substituir a opinião de um médico ou nutricionista.

dieta de 21 dias
Beber água na dieta de 21 dias

Se você tiver dúvidas ou problemas de saúde relacionados a este artigo, Água para perder peso , sugerimos que consulte seu médico ou nutricionista.

Muitas pessoas que iniciam uma dieta para perder peso esquecem como é importante beber bastante água , especialmente no início da dieta. Se você faz a dieta para engordar ou perder peso , a água potável é de grande importância em nossa dieta.

Embora todos saibamos a importância da água, em muitos casos, a relação da água com o processo de desbaste é desconhecida . Em seguida, veremos por que a água é tão importante e por que é essencial ajudar na perda de peso.

Importância da água

Além do fato de que entre 60% e 70% do corpo é composto de água, a água também tem uma ampla gama de funções essenciais para a vida. Entre as funções da água são as seguintes:

  • Ajuda na digestão, absorção e assimilação de alimentos. Se você não beber bastante água, provavelmente não estará obtendo todos os nutrientes benéficos dos alimentos que ingere.
  • Ajuda a excreção de resíduos dos rins. e intestinos, se você não beber bastante água você pode sofrer de constipação e sobrecarregar seus rins.
  • A água ajuda a regular a temperatura do corpo. Se você não beber bastante água, o processo de evaporação da pele que seu corpo usa para manter a calma pode ser afetado.
  • 92% do sangue é água. O sangue é o sistema de transporte que o corpo tem para distribuir nutrientes por todo o corpo.
  • As secreções do corpo e os sucos digestivos são formados de água em sua totalidade.

Por que beber água para perder peso

A água é um inibidor natural do apetite . Se você não beber bastante água, isso pode aumentar seu desejo de comer. Em muitas ocasiões, seu cérebro não distingue entre fome e sede, então quando você pensa que sente fome, seu corpo pode significar que você está com sede.

Se você não está consumindo água suficiente todos os dias e sente fome, é provável que seu corpo esteja realmente pedindo água. Em muitos casos, ao beber, você notará a sensação de saciedade que sente quando come. Isso impedirá que você coma demais e ajudará a perder peso.

Cirurgia Plástica Íntima Feminina: Labioplastia

A cirurgia plástica nada mais é do que um procedimento cirúrgico que tem a finalidade reparar “imperfeições” físicas do corpo, como diminuir os lábios íntimos avantajados, doenças e lesões, ocasionadas principalmente após ao parto.

Muitas mulheres desejam em realizar tal cirurgia, devido a insatisfação com essas “imperfeições” na aparência, o que por sua vez contribui para a formação de uma baixa autoestima, privando-a até de se relacionar com outras pessoas e de se vestir como gosta.

A cirurgia de rejuvenescimento intimo ou labioplastia é uma das cirurgias intimas mais procurada e também é a que mais se obtém sucesso na realização da mesma. Tal procedimento envolve a redução ou remodelação dos lábios vaginais externos, no qual apresenta diferentes formas e tamanhos podendo variar de mulher para mulher.

cirurgia-intima-feminina

Como já dito anteriormente, a decisão de se submeter ao procedimento cirúrgico é muito pessoal, tendo na sua maioria das vezes o objetivo de melhorar a aparência intima, o conforto durante o ato sexual e outras atividades físicas e sociais do dia a dia.

A realização da labioplastia é relativamente simples, o processo dura certa de 1 ou 2 horas, com o paciente podendo estar sobre efeito de anestesia geral ou local. O profissional da área realiza a remoção do excesso de tecido da região desejada e modela uma nova forma e tamanho dos lábios íntimos.

O tempo de recuperação é relativamente rápido pois não é necessário a internação do paciente, podendo ir para casa no mesmo dia. A única advertência feita é relativa as práticas sexuais, para a realização destas é necessário esperar de 3 a 6 semanas após a cirurgia.

O jeito mais seguro de garantir sua segurança e êxito numa cirurgia intima de labioplastia é procurar diversas formas de tratamento, optar por um cirurgião plástico experiente e de preferência com recomendações de trabalhos anteriores confiáveis, de forma de assegure a realização do tratamento pré e pós-operatório.

Em contrapartida sempre há o risco de ocorrerem efeitos colaterais após o procedimento cirúrgico, mesmo que o paciente tenha tomado todas as precauções necessárias. Os possíveis riscos de complicação envolvem: cicatrizes, infecções, perda da sensibilidade, assimetria e modificação no tecido da pele.

O capital desembolsado para a realização do rejuvenescimento labial é um fator importante, é claro que após as margens de sucesso e os riscos de complicação. O valor para tal procedimento varia de acordo com a base dos custos médicos locais, geralmente pode custar entre R$ 3.000 a R$ 6.000.

 

 

 

Existe um único e Grande Amor no relacionamento?

Na adolescência, entre um beijo e outro, arrebatadas pela força do primeiro amor, o primeiro sexo, olhamos no fundo dos olhos daquele garoto que nos tira o chão e dizemos com sinceridade absoluta que ele é o grande amor das nossas vidas. No instante em que a frase é dita, acreditamos realmente nisso. Até que vem o segundo namorado, o terceiro, o quarto. Na casa dos 30, com uma bela bagagem amorosa nas costas, nos perguntamos: será que o chamado amor da minha vida existe mesmo? Se existe, é um só?

Metade da laranja no relacionamento

Para muita gente, “grande amor da vida” é que nem mãe: só tem um. Para Shelly, amor de verdade é assim. “Eu acredito e muito no amor verdadeiro. Acredito que cada um tem sua tampa da panela”, diz Shelly, que ainda não encontrou a dela, mas crê que esse dia vai chegar. “Acho muito importante acreditar no amor, porque é isso que nos dá força para superar os momentos de solidão: saber que tem alguém para você em algum lugar. No momento certo, ele vai aparecer”.

Para duvidas sobre sexo você também pode procurar uma sexóloga.

São várias as expressões que confirmam a ideia de que para cada pessoa no mundo há outra nascida especialmente para ela: metade da laranja, tampa da panela, cara metade, alma gêmea. A senhora J. acredita na ideia de que para cada pessoa existe um único grande amor e já achou a azeitona da empada dela. “A gente pode até gostar de outras pessoas ao longo da vida, mas amor eu acredito que só exista um. Quando ele chega, a gente sabe. É único e pra sempre. O amor da minha vida está comigo há quatro anos e continuo amando ele ainda mais”, derrete-se.

Várias tampas para a mesma panela

Já Iyaosun acha que podemos viver diversas e verdadeiras histórias de amor ao longo da vida. “Na minha opinião, podemos viver, sim, mais que um grande amor, pois passamos por diferentes fases na vida, quando temos diferentes modos de ver as coisas”, diz ela, que já viveu um grande amor mas, infelizmente, ele faleceu. “Levei muito tempo para me refazer desta perda. Mais tarde conheci outro alguém e, no decorrer dos anos fui aprendendo a amá-lo”, conta ela, que hoje vive com um novo grande amor com quem é muito feliz. “Amar é uma arte que, no decorrer da vida, vamos aprendendo”, garante.

Sabendo que no mundo, além de nós, existem cerca de 7 bilhões de pessoas, achar que só uma delas é o grande amor da sua vida pode parecer miséria. É assim que pensa Kátia Flavia: “Prefiro achar que existem vários. Assim não corro o risco de me decepcionar. Não deu certo? Tudo bem, mais adiante vem outro”, diz ela, na defensiva, para em seguida completar: “Isso de viver um grande amor não me agrada. Por que não viver muitos grandes amores?”. Kátia Flávia cita o poetinha: “Que seja eterno enquanto dure. A chama apagou? A fila anda!”

estimular mulher no sexo

Idealização do amor

Segundo a psicóloga Sabrina, a psicologia não corrobora a visão de existir apenas um grande amor. “Pesquisas e relatos clínicos revelam histórias de amores, o que implica em várias possibilidades. O amor não tem medida, quantidade ou limites”, afirma Sabrina.

Para ela, não é raro que algumas pessoas se lembrem de um amor que ocorreu durante a adolescência como um grande amor, mas isso tende a ser ilusório. “Geralmente isso acontece porque há a associação do flerte com uma época única, recheada de lembranças do colégio, amigos da rua, festas, descobertas, experimentações, mudanças hormonais, formação da identidade, busca da autonomia etc. Aí associamos essa ‘magia’ que uma fase pode representar com amor”, explica a psicóloga.

Um grande amor é aquele que te completa em quase tudo, no carinho, nos momentos da vida e também no sexo. Um grande amor tem que saber como estimular sexualmente uma mulher para que o amor permaneça quente e apimentado.

Não podemos dizer que existe um grande amor e outros pequenos ou de tamanhos variáveis. “Algumas pessoas têm mais afinidades, outras menos. Algumas aparecem em nossas vidas em um momento em que não estamos preparados ou voltados para um relacionamento”, explica a psicóloga, lembrando que o mundo é dinâmico: nós mudamos, nossa vida se transforma, nossas rotinas e responsabilidades também. “Então podemos dizer que não existe uma só tampa. Que bom, né?”, finaliza.

4 dicas para cuidar da sua pele

4 dicas para cuidar da sua pele

Sua pele é o maior órgão de todo o seu corpo, mas muitos de nós gastamos menos tempo cuidando dela do que lavando nossos cabelos.

Considerando o quão importante é a nossa pele, isso é realmente chocante quando você pensa sobre isso. Cuidar da sua pele não é difícil, mas você precisa saber o que fazer.

As quatro maneiras a seguir podem ajudá-lo a cuidar da sua pele e protegê-la para que fique saudável e tenha a melhor aparência, não importa quantos anos você tenha.

1) Não Fume

Nós todos sabemos o que o tabagismo faz com nossos pulmões e coração, mas você sabia que isso é difícil para a sua pele também? Fumar estreita os vasos sanguíneos nas camadas externas da pele, diminuindo o fluxo sanguíneo. Isso esgota a pele de oxigênio e nutrientes muito necessários. Ao mesmo tempo, também danifica o colágeno e a elastina, fazendo com que a pele pareça muito mais velha e aumentando a chance de desenvolver rugas. O ponto principal é que se você quiser parecer jovem, não pegue o cigarro.

2) Preste atenção na sua dieta

Uma dieta rica em vegetais, frutas, grãos integrais e proteínas magras não apenas ajudará você a se sentir melhor, como também a promover uma aparência mais jovem da pele. É certo que a pesquisa é bastante limitada sobre a ligação entre dieta e sua pele, mas geralmente acredita-se que aqueles que comem direito e bebem muita água têm uma aparência mais jovem da pele.

3) Se proteja do sol

Embora seja verdade que o sol dá vida ao nosso planeta e precisamos de uma boa dose dele para viver, a exposição excessiva aos raios ultravioletas do sol pode danificar a pele e até mesmo causar câncer. Se você quer ter certeza de que sua pele fica com a melhor aparência, você precisa limitar sua exposição. Se você sai ou gosta de passar muito tempo fora, é importante que você se proteja.

·         Use protetor solar – Sempre aplique protetor solar com um FPS de pelo menos 15. Aplique generosamente a cada duas horas para garantir a máxima proteção contra os raios prejudiciais do sol.

·         Encontre aqueles lugares obscuros – Quando passar longos períodos do lado de fora, procure aqueles pontos sombreados sob as árvores, especialmente entre as 10 e as 14 horas. quando o sol está mais forte.

·         Use roupas adequadas – Use sempre roupas adequadas quando passar muito tempo ao ar livre. Tentar chapéus para sombrear seu rosto e proteger sua cabeça e usar camisas de manga longa e calças compridas para limitar a exposição em seus braços e pernas.

E falando em cuidar da pele quando exposto ao sol, confere esse blog cheio de dicas para curtir uma praia: www.dayoffclub.com.br

4) Use sabonetes adequados

Quem não adora um bom banho em uma banheira ou um bom chuveiro, onde você pode esfregar a pele de toda a sujeira e sujeira do dia? Chuveiros e banhos podem fazer você se sentir melhor e até mesmo viver uma vida mais saudável. No entanto, nem todos os sabonetes são realmente bons para a sua pele. Sabões e detergentes fortes podem, na verdade, despir a pele dos óleos naturais necessários para uma óptima saúde. Enquanto você não quer se sentir oleosa, sua pele precisa de alguns desses óleos naturais para promover a cura e a aparência saudável da pele. Tente usar um sabonete neutro e não molhe o banho por muito tempo ou use água muito quente. Isto irá efetivamente limpar seu corpo enquanto ainda promove uma boa saúde da pele.

 

Remédios Naturais: Como Eles Auxiliam na Diminuição da Celulite

A pele do corpo humano se organiza de forma a deixar uma aparência lisa e homogênea. Entretanto, a gordura e as fibras presentes na pele podem se desorganizar. Esta condição acaba por resultar no aparecimento de irregularidades na camada da pele, a chamada celulite.

remedios naturais diminuir celulite

As celulites são grandes preocupações, principalmente para as mulheres por questões estéticas. Normalmente, a celulite aparece nas pernas, glúteos, costas e braços. Embora 90% das mulheres tenham propensão a apresentar celulite, é possível utilizar-se de diversos meios para evitar o surgimento destas deformidades.

A maioria das causas da celulite é genética. Entretanto, estas deformações podem ocorrer em consequência da infecção de bactérias em camadas subcutâneas. Nestes casos, é preciso um tratamento médico e farmacológico para acabar com a infecção.

Além do fator genético, a celulite pode ser causada por desregulação hormonal, degradação das fibras de colágeno, ou ainda por inflamação crônica local. Para que sua pele esteja mais protegida contra as celulites, preparamos este post com diversos remédios naturais para este fim.

Portanto, acompanhe o artigo, fique bem informado sobre as curas naturais para a celulite, e tenha uma pele saudável e bonita.

Entendendo mais sobre a celulite

O tecido adiposo presente na pele requer que as fibras de colágeno sejam depositadas de forma a manter uma ótima sustentação. Normalmente, esta composição é perfeita, deixando uma pele regular, sem deformidades.

Porém, em alguns casos, estas fibras não se encontram bem dispostas e não possuem a tensão necessária. O resultado é o afrouxamento deste complexo, o que causa “buracos” na pele, a famosa celulite.

Apesar do excesso de peso ser um fator de risco para o aparecimento de celulite, algumas pessoas procuram emagrecer para acabar com elas. Entretanto, a conformação das fibras com a gordura é que deve ser corrigida, e diminuindo o peso pode não ser suficiente.

Contudo, muitos remédios naturais estão disponíveis para que o tratamento contra as celulites seja muito eficiente. Estes produtos podem ser facilmente encontrados e são rápidos de se preparar. Aliás, muitos deles são alimento! Acompanhe então alguns deles.

Procure consumir alimentos ricos em potássio e fibras

Primeiramente, o consumo de certos alimentos pode ser muito benéfico para eliminar a celulite. Inclua no seu cardápio alimentos ricos em potássio, pois este mineral ajuda na drenagem linfática do excesso de líquidos do organismo. Então, procure ingerir banana, sementes de abóbora e suco de laranja, por exemplo.

Adicionalmente, fibras são importantes elementos para lidar com o aparecimento de celulites. Por diminuir a absorção de gorduras, as fibras devem ser consumidas caso as deformidades na pele estejam surgindo. Logo, consuma alimentos como farelos de trigo e aveia, leguminosas e cereais.

Utilize produtos contendo óleos e vitaminas C e E

Os óleos são ricos em ácidos graxos. Estas substâncias possuem propriedade de hidratação, portanto, são ótimos aliados para a saúde da pele. Então, consuma alimentos ricos em ácidos graxos, como abacate, salmão e castanhas. Além disso, é possível utilizar diversos cremes hidratantes diretamente no local das estrias.

As vitaminas C e E são importantes antioxidantes. Na pele, atuam de forma eficiente para combater radicais livres e promover um ambiente sadio. Estas condições são essenciais para uma ótima qualidade da pele. Portanto, dê preferência para alimentos ricos nestas vitaminas, como frutas cítricas e azeite de oliva. Adicionalmente, você também pode utilizar hidratantes contendo estas propriedades.

Massagens e atividades físicas

Além de aliviar o estresse, as massagens são ótimas técnicas para eliminar a celulite. Primeiramente, a massagem ajuda a romper o depósito de gordura, realizando uma melhor distribuição lipídica naquele ambiente. Ainda, a massagem estimula a circulação, o que facilita a drenagem linfática.

Adicionalmente, é possível utilizar cremes e óleos essenciais para amplificar os benefícios da massagem. Como comentado, ácidos graxos e diversas outras propriedades contidas em óleos, como vitaminas C e E, são excelentes para a saúde da pele.

Além disso, exercícios físicos são importantes para combater as celulites. Pelo simples fato da atividade física melhor o sistema cardiovascular, muitos mecanismos de “limpeza” celular são beneficiados. Dentre eles, o acúmulo de gordura e a eliminação de toxinas presentes em locais indesejados, como nas celulites, por exemplo.

Portanto, aproveite as dicas deste post e ajuste o seu estilo de vida e alimentação para acabar com as celulites. Utilize remédios e técnicas naturais para eliminar as deformidades cutâneas. Mantenha uma pele saudável, lisa e bem bonita!

Chimarrão na Gravidez

Chimarrão faz mal na gravidez?

Este é um assunto polêmico, pois não existem estudos sobre os malefícios do chimarrão em mulheres grávidas, mas como a bebida contém cafeína, evitar o excesso se torna imprescindível para a saúde da gestante e do bebê.

O chimarrão é uma bebida à base de erva-mate, que é uma planta que contém cafeína, teofilina e teobromina, todas são substâncias estimulantes e a ingestão dessas substâncias em excesso podem causar danos à nossa saúde.

Cafeína

cafeina chimarrão

A cafeína é uma substância que tem como principal extração as plantas e pertence ao grupo das xantinas. É classificada como uma substância lipossolúvel, ou seja, é de rápida absorção pelo trato gastrointestinal, agindo quase que imediatamente no nosso organismo logo após ser ingerida.

O efeito da cafeína é o de ser um estimulante. Verdadeiramente, essa substância atua diretamente em nosso sistema nervoso central aumentando o nosso estado de alerta. Ela faz com que o coração bata mais forte, os pulmões ficarem mais abertos e é possível se sentir mais esperto.  Estes efeitos renderam à cafeína a fama de inimiga do sono, ímã para a vontade de fumar e multiplicadora de ansiedade.

Por este motivo devemos nos precaver pois a excessiva ingestão de bebidas com grande teor de cafeína pode provocar em algumas pessoas efeitos negativos como: ansiedade, agitação, dor de cabeça, insônia e irritabilidade. O mecanismo de ação da cafeína esta ligado ao estímulo da produção de dopamina, que é um neurotransmissor responsável pela ativação de áreas do cérebro relacionadas à atenção.

Cuidados durante a gravidez

chimarrao_gravidez

Se nós devemos ficar atentos à quantidade de cafeína diariamente, durante o período da gravidez devemos redobrar esses cuidados. Cafezinhos, chás, chimarrão, energéticos e até o chocolate devem ser ingeridos dentro de uma cota diária de consumo. Estudos comprovam que a cafeína passa muito facilmente pela membrana placentária e isso pode causar malformações fetais, baixo peso do recém-nascido ou levar ao aborto espontâneo.

Sabemos que uma cuia de chimarrão tem cerca de 30mg de cafeína. É muito pouco se for comparado com os 40 a 75 mg de cafeína contidos em apenas  30 ml de café expresso. Mas mesmo assim, não é aconselhável consumi-lo livremente durante a gravidez. Em doses baixas, o chimarrão pode ser consumido sem maiores complicações.

Mas, quanto de cafeína pode ser consumido pela grávida?

A agência de classificação de alimentos inglesa afirma que uma grávida pode consumir até 300 mg de cafeína diariamente. Parece bastante, mas não podemos nos esquecer de que a cafeína esta presente além do café e do chimarrão.

Se você esta grávida e preocupada em parar de tomar chimarrão, basta controlar a quantidade de cafeína ingerida durante o dia. Afinal, tomar chimarrão também traz efeitos benéficos para a nossa saúde: estimula as atividades físicas e mentais, estimula a circulação e facilita a digestão, além do poder antidepressivo e diurético.

Beber apenas uma cuia de chimarrãoao dia, em dias alternados é indicado às grávidas. O que não vale é ingerir várias cuias de chimarrão ao longo do dia. Cuide de sua dieta durante a gravidez e siga as recomendações do seu médico.

As Santas Casas Mais Bem Conceituadas em Ortopedia

A Santa Casa é um hospital que está presente no Brasil inteiro, cheio de história e reconhecimento, seja pela qualidade do ensino na área da saúde ou pela qualidade dos serviços prestados pela população em diversas especialidades.

A ortopedia é uma especialidade médica responsável pelo aparelho locomotor como ossos, músculos, ligamentos, articulações. A especialidade também cuida de doenças relacionada a essas partes, além de realizar cirurgias e exames específicos.

santa casa ortopedia

Quase todas as Santas Casas do país realizam o atendimento em ortopedia, mas algumas se destacam pela qualidade e infraestrutura do serviço prestado, conheça aqui algumas delas.

Santa Casa de Porto Alegre (Porto Alegre, RS)

 A Santa Casa de Porto Alegre possui diversas especialidades, mas alguns delas se destacam como no caso do setor de Ortopedia e Traumatologia.

O setor possui técnicas avançadas de clínica, cirurgia, exames, ensino e pesquisa nas áreas de colune, ombro, mão, quadril, joelho, pé, tumores ósseos, medicina do esporte e também atende a área de ortopedia pediátrica.

A Santa Casa de Porto Alegre fica localizada no centro histórico da cidade.

  • A Santa Casa por ser uma entidade filantrópica atende pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) mas também possui a modalidade de atendimentos via convênio médico.

Santa Casa de São Paulo (São Paulo, SP)

A Santa Casa de São Paulo é uma das mais antigas, e também muito conhecida por toda a população paulista e brasileira. Isso porque diversos tratamentos, em diversas especialidades são referências no hospital, além de possuir uma grande residência médica que atua diretamente no ensino e pesquisa.

Quando se trata de ortopedia o setor de Ortopedia e Traumatologia é um dos mais preparados, seja em tecnologia, ou em profissionais qualificados. O hospital atua afecções da coluna vertebral, cirurgia do joelho, cirurgia da mão, cirurgia do ombro e cotovelo, cirurgia do pé e cotovelo, cirurgia do quadril, doenças neuromusculares, oncologia ortopédica, traumatologia, traumatologia do esporte e atua ainda na área de ortopedia infantil.

A Santa Casa de São Paulo fica localizada no bairro Vila Buarque.

* A Santa Casa por ser uma entidade filantrópica atende pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) mas também possui a modalidade de atendimentos via convênio médico.

Santa Casa de Montes Claros (Montes Claros, MG)

A Santa Casa da cidade mineira de Montes Claros aos longos dos anos também se tornou referência pelo nome que carrega, e pelas diversidades especialidades que possui, entre elas a Ortopedia se destaca.

Isso porque o setor de Ortopedia e Traumatologia do hospital é referência segundo a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), o setor do hospital possui mais de 40 anos, e recentemente ganhou esse reconhecimento no setor de residência médica, pela qualidade do ensino e pesquisa prestado, sua infraestrutura com equipamentos, salas cirúrgicas foram aprovadas, além de um corpo clínico altamente qualificado.

Os serviços oferecidos são: oncologia ortopédica, ortopedia infantil, quadril, joelho, ombro mão e pé. A ortopedia da Santa Casa de Montes Claros é referência para mais de 80 munícipios da região.

A Santa Casa de Montes Claros fica localizada no centro da cidade.

* A Santa Casa por ser uma entidade filantrópica atende pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) mas também possui a modalidade de atendimentos via convênio médico.

Santa Casa de Vitória (Vitória, ES)

 A Santa Casa de Vitória possui sua atuação há mais de 100 anos, se tornando um dos hospitais mais importantes e reconhecidos do estado do Espírito Santo. Sendo referência em várias especialidades, sendo uma delas a ortopedia.

O setor de Ortopedia e Traumatologia do Hospital conta com a aprovação da SBOT, em ensino, pesquisa, qualidade e infraestrutura. Contado com profissionais que atuam na ortopedia cirúrgica, ambulatorial, oncológico e ainda atende a especialidade em urgência e emergência. A Residência médica na área também é muito reconhecida pela qualidade oferecida aos médicos residentes na área.

A Santa Casa de Vitória localiza – se na Vila Rubim.

* A Santa Casa por ser uma entidade filantrópica atende pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) mas também possui a modalidade de atendimentos via convênio médico.

Agora que você já sabe quais são as melhores Santas Casas no atendimento de ortopedia continue em nosso site para conferir outros artigos.

Hospitais: Os Melhores Estabelecimentos Para Trabalhar

Se você é da área da saúde, ou até mesmo de áreas técnicas e administrativas e quer saber quais empresas valorizam os seus funcionários e mantém um bom ambiente de trabalho confira nosso artigo. Hoje vamos mostrar as melhores empresas para se trabalhar no segmento hospitalar.

melhores hospitais trabalhar

Hospital Edmundo Vasconcelos (São Paulo, SP)

O complexo hospitalar Edmundo Vasconcelos ganhou durante 6 anos consecutivos o primeiro lugar do prêmio da pesquisa GPTW – Great Place to Work, onde constam as melhores instituições para se trabalhar em saúde no país.

O reconhecimento, segundo a administração do hospital, vem para afirmar sua gestão de pessoas, onde os profissionais são valorizados e tem oportunidades de crescimento em diversos níveis de atividade.

O hospital hoje conta com mais de 50 especialidades, 1.400 médicos, realiza cerca de 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 230 mil consultas ambulatoriais, e 1,45 milhões de exames. Tudo isso em um ano, já deu para perceber que precisa de muitos funcionários para tudo funcionar com excelência, né?

O hospital é privado, e está localizado no bairro da Vila Clementino.

Hospital de Olhos Francisco Vilar (Teresina, PI)

 O hospital de Olhos Francisco Vilar é especializado na área de oftalmologia, tendo como especialidade retina, catarata, glaucoma, lentes de contato, estrabismo, córnea, transplante, doenças externas oculares, entre outros. O hospital já ganhou prêmios pela qualidade de seus serviços prestados.

Mas além disso, o hospital de Olhos Francisco Vilar também conquistou o prêmio por ser um dos melhores hospitais para se trabalhar no Brasil. O prêmio alegrou bastante a equipe de recursos humanos do hospital, que afirmou que a premiação foi fruto de um longo trabalho para o desenvolvimento de talentos.

Além disso por conta dos prêmios cada vez mais pessoas procuram a instituição para trabalhar, ganhando reconhecimento também das pessoas que desejam cada vez mais poder ser colaborador do hospital.

O hospital é privado, e possui duas unidades em Teresina, e uma unidade na Parnaíba.

Hospital Leforte (São Paulo, SP)

O Hospital Leforte pertence ao grupo de saúde bandeirantes, contando com uma administração de mais de 30 anos no mercado hospitalar. Atualmente se destaca pela tecnologia de ponta presente em sua unidade de terapia intensiva, além de outras especialidades que o hospital possui.

Além disso, o hospital ganhou por duas vezes o prêmio da pesquisa GPTW – Great Place to Work, que os elegeu com um dos melhores hospitais para se trabalhar no Brasil.

Segundo a equipe de recursos humanos da empresa o prêmio foi resultado de ações adotadas como programas de qualidade de vida para os funcionários e ações de reconhecimento, afim que o funcionário se sinta valorizado por sua atuação na empresa.

O hospital Leforte é uma instituição privada, e possui unidades no bairro da Liberdade e do Morumbi.

Santa Casa de Fortaleza (Fortaleza, CE)

A Santa Casa de Fortaleza é uma das instituições mais antigas do estado, assim como a rede de Santas Casas presente no Brasil. Suas especialidades são muitas, além da alta complexidade em seus serviços, a Santa Casa possui a maior rede de residência médica do país, além de atuar fortemente na pesquisa e no ensino.

Segundo a pesquisa GPTW – Great Place to Work a Santa Casa de Fortaleza é uma das melhores empresas no ramo saúde / hospitalar para se trabalhar no Brasil. Para os gestores do hospital o prêmio reflete algo bom, mesmo com a crise financeira que as Santas Casas vêm enfrentando.

O hospital tem caráter filantrópico, e está localizado no centro de Fortaleza.

Hospital Moinho de Vento (Porto Alegre, RS)

 O hospital é localizado na capital gaúcha, e é o único entre os melhores do Brasil que sai do eixo Rio – São Paulo. O hospital já recebeu diversos prêmios devido a qualidade dos serviços prestados, e por seu sistema de gestão. Suas especialidades são muitas, desde média a alta complexidade.

Com parceira com o Ministério da Saúde o hospital pretende abrir uma unidade para atender a população carente de Porto Alegre, através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Mas além de toda essa qualidade no serviço prestado o hospital foi o único do Rio Grande Do Sul a ficar na lista das melhores empresas para se trabalhar no segmento hospitalar. Para a administração do hospital o prêmio reflete todo o incentivo e valorização na carreira de seus funcionários.

O hospital Moinho de Vento é privado, e possui duas unidades, uma localizada no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre. E outra no Shopping Iguatemi, também de Porto Alegre.

Agora que você já conhece as melhores instituições para trabalhar no Brasil, no segmento hospitalar, já pode preparar o seu currículo.

E se você gostou do artigo de hoje, continue em nosso site e confira as novidades.

Como Medir a Temperatura do Pet?

Quando temos um cachorro em casa, sabemos que durante os dias podem surgir alguns problemas de saúde, visto que o pet sempre estará exposto a agentes externos que podem fazer mal a ele. Assim como nos seres humanos, um dos primeiros sinais de que o cachorro não está bem, é quando ele sente febre. Por isso é importante ficar atento à temperatura corporal do seu animal de estimação.

temperatura do pet

Segundo especialistas, em geral a temperatura dos cachorros é maior do que a dos seres humanos. Um termômetro que mede 39 C em uma pessoa já pode ser considerado como estado febril. Entretanto, nos bichinhos esse número já é normal, os cães podem variar suas temperaturas entre 37,5 a 39,5 C. Então se ele brincou bastante a temperatura pode aumentar, mas depois de um período de descanso, ela voltará ao normal.

Como descobrir se meu cão está com febre?

Possivelmente, se ele estiver doente, ficará cabisbaixo e triste, sem querer brincar. Consequentemente o apetite vai sumir e os olhos começarão a lacrimejar. Neste sentido, a melhor maneira de medir a temperatura do pet é com um termômetro. Em seres humanos, a maneira mais fácil de medir é colocando o objeto na axila ou na boca. Já nos animais, é via retal, por isso, vale a pena olhar para saber a forma correta.

Com ajuda de alguém, mobilize o cão em pé, logo em seguida, peça para que a pessoa o distraia e ao mesmo tempo segure a cabeça do animal, enquanto você realiza o procedimento;

Pegue o termômetro e se o mesmo for de mercúrio, chacoalhe até que a temperatura chegue a 35 C;

Lubrifique bem a ponta com óleo mineral ou vaselina

Segure a cauda do bichinho e coloque o termômetro no ânus, deixe por três minutos.

Após esse tempo, tire o instrumento, faça a higienização e veja qual a temperatura o mesmo atingiu.

Sempre faça a limpeza com álcool para evitar a proliferação de germes e bactérias.

Interpretando a temperatura do pet

Depois que medir a temperatura, é fundamental que você compreenda a hora certa de leva-lo ao veterinário. Algumas doenças podem vir com a febre, e elas podem ser causadas por vírus e bactérias, como a leishmaniose, lepstopirose e até mesmo a raiva, sabia disso? Também pode ser alguma reação do organismo a algum tipo de infecção, um ferimento não cicatrizado ou má alimentação, por exemplo.

Imprescindivelmente é preciso levar o bichinho a um veterinário. Só ele poderá diagnosticar o que se passa com ele. Então observe abaixo em quais casos você precisa leva-lo.

Menos de 35 C, Emergência (Aqueça o Pet). Leve-o no veterinário imediatamente;

De 35 a 37 C – Hipotermia leve, encaminhe o pet ao veterinário no mesmo dia

37,5 C – Temperatura normal

38 C – Temperatura normal

39 C – Temperatura normal

39,5 a 40,5 C – Febre alta – Leve o bichinho ao veterinário

41 C ou mais –  Emergência, resfrie o pet e leve-o imediatamente ao veterinário.

Providências

Independente de qual seja a temperatura do pet, é importante que você cultive o hábito de levar seu bichinho a um especialista regularmente. Os exames sendo realizados de forma rotineira, levarão você a ter menos preocupações com o estado de saúde dele. Aqui explicamos sobre a importância de uma dieta balanceada, com produtos frescos e naturais.  Eles garantem uma fortificação no sistema imunológico que auxilia na prevenção de doenças, entre muitos outros benefícios.

É essencial que você fique de olho no comportamento do seu bichinho. Qualquer sinal de febre pode ser perigoso, até porque se a temperatura corporal dele está alta, é porque alguma coisa não está funcionando bem.

Entre todas essas dicas que demos, o principal é você conhecer seu bichinho e também auxiliá-lo a adquirir hábitos saudáveis, que possam auxiliar em seu desenvolvimento e bem-estar ao longo dos dias. Reduzindo assim o risco de doenças mais sérias.

Agora você já sabe como medir a temperatura do seu pet e o que precisa fazer se os níveis de temperatura estiverem acima do normal! Fique ligado e não se esqueça que realizar esse procedimento com frequência, te trará menos preocupação em relação ao seu bichinho.

Entenda Tudo Sobre o Tratamento com Matizador!

Provavelmente você já ouviu falar no shampoo matizador e como ele atua clareando os cabelos. Se você pretende utilizar esse tipo de produto, mas ainda tem dúvidas em relação ao seu funcionamento, não deixe de conferir essas dicas!

Muitas mulheres gostam de tingir os cabelos colorindo e descolorindo várias vezes ao ano. Saiba que isto pode acabar com a qualidade dos seus fios! Talvez seja a hora de você tentar minimizar esses danos utilizando o shampoo matizador.

O que é e como funciona?

tratamento matizador

O shampoo matizador apresenta como principal característica a sua coloração que fica entre o azul e o roxo e atua corrigindo e matizando os diversos tons de loiro. Ele é ótimo para eliminar quaisquer resquícios de pigmentações e restabelece a cor natural de forma gradativa. O shampoo matizador também pode ser utilizado na obtenção de tons de cinza que estão em alta.

Como devo utilizá-lo?

Depende de cada caso: o resultado pode ser obtido de acordo com o tempo que o produto é aplicado e se o tratamento é bem realizado e planejado. A ação é praticamente imediata, porém, as mulheres que desejam alcançar tons mais platinados devem utilizar o shampoo por mais tempo, já as mulheres que desejam apenas retirar os pigmentos, devem reduzir o tempo de uso.

A ação do shampoo matizador é praticamente imediata, sendo assim, difícil de se controlar. O mais indicado é trabalhar com profissionais que já entendem do assunto, a não ser que você já trabalha na área (ou queira se arriscar).

Há contraindicações?

Cabelos muitos claros podem sofrer um efeito que chamamos de “efeito chumbo” fazendo com que os cabelos adquiram cores puxadas para o roxo e o cinza. Sendo assim, caso você queira fazer a aplicação por conta própria é recomendado que antes disso procure um profissional qualificado.

Tenha consciência que o produto é extremamente forte e a aplicação dever ser realizada entre 3 a 4 semanas entre uma aplicação e outra. O que pode acontecer se você utilizar o produto em um curto intervalo de tempo é que você irá obter tons indesejados ou até mesmo o ressecamento dos fios. Assim, outra coisa importante de se fazer é além do produto, utilizar bons hidratantes durante o período de aplicação.

Atenção! Cabelos muito danificados não são recomendados para este tipo de tratamento. O que deve ser feito antes de aplicar o matizador é a restauração da saúde do cabelo, principalmente aqueles que sofreram processos químicos.

Qual a diferença entre matização e coloração?

matizacao ou coloracao

Inicialmente é importante deixar claro de que não se trata da mesma coisa! A coloração implica na total mudança da cor do cabelo, no processo de matização a intenção é corrigir uma coloração que já existe! Sendo que o processo de matização é feito em várias etapas e a coloração geralmente em apenas uma. Então, não se trata de uma opção escolher entre um ou outro, e sim de ver se há necessidade de se aplicar determinado tratamento.

Tem como matizar cabelos avermelhados?

Sim, algumas linhas são específicas para esse tipo de cabelo. Porém, os mais comuns são em cabelos loiros, então se você possui esse tipo de coloração e deseja matizar seus cabelos talvez encontre alguma dificuldade em se encontrar produtos que atendam suas exigências dependendo da região.

Como saber se realmente preciso matizar os cabelos?

O primeiro sinal é a descoloração repentina, indicando que o mesmo precisa de uma reparação. Além disso, diferenças entre os tons na mesma região contendo tons mais claros e escuros no mesmo local.

Matizador e desamarelador é a mesma coisa?

Não.  O desamarelador é indicado para cabelos que estão perdendo o efeito de platinado e se aproximando de uma cor amarelo-ovo, como o próprio nome já diz, o desamarelador vai suavizar esses tons de amarelo, diferentemente do matizador que irá retirar qualquer tom indesejado que se encontre entre os fios.

Além disso, é importante ressaltar do efeito imediato do matizador e do seu tratamento que deve ser feito em etapas, pois se trata de uma recuperação da coloração original do fio. Vale destacar que ambos os produtos só deverão ser aplicados por profissionais pois a tentativa errônea no ato de aplicação poderá trazer grandes transtornos posteriores, e isso nenhuma mulher quer!

A pílula azul pode piorar o sexo

Remédios contra disfunção erétil fizeram decolar a vida sexual de homens com o problema. Mas, se utilizados sem necessidade, eles afundam a qualidade da transa e até causariam impotência.

A fama dos medicamentos que combatem brochadas frequentes ultrapassou de longe o que está anotado na bula. Desenvolvidos para impulsionar a ereção somente em quem apresenta um distúrbio, seja ele resultado de panes físicas ou psicológicas, esses comprimidos começaram a ser vistos – e engolidos – por muitos marmanjos saudáveis como uma forma de turbinar as relações. É o que os experts chamam de uso recreativo.

viagra pilula azul

Entretanto, um levantamento realizado com mais de mil voluntários pela Universidade do Texas, nos Estados Unidos, descobriu que essa suposta estratégia para completar uma maratona sob os lençóis na verdade acaba com a diversão na cama. Após comparar indivíduos sem o costume de tomar pílulas antes da hora agá com outros que, mesmo sem nada de errado com o organismo, abusavam delas, os cientistas americanos, liderados pelo psicólogo Christopher Harte, escreveram no artigo o seguinte comentário: “O grupo dos usuários reportou uma menor confiança em si e na sua habilidade de dar prazer. E a baixa autoestima observada nesses participantes sugere que o consumo sem prescrição pode resultar em disfunção erétil por motivos psicológicos”. De tão empregado, o fármaco se tornou item quase obrigatório para esse pessoal não refugar.

“Nenhuma dessas drogas desencadeia reações no sistema de recompensa do cérebro. Portanto, não geram dependência física”, ensina o psiquiatra Thiago Marques Fidalgo, coordenador do Programa de Orientação e Atendimento a Dependentes da Universidade Federal de São Paulo. “Por outro lado, o usuário às vezes tem a impressão de que só conseguirá transar com o auxílio do comprimido, que então se transforma em uma muleta”, arremata.

A pesquisa americana ainda aponta que a turma, digamos, aditivada sente menos prazer no momento do rala e rola. “Logo depois do orgasmo, o homem atinge o chamado período refratário. Trata-se de um tempo necessário para relaxar e eventualmente reiniciar a atividade sexual”, explica Celso Marzano, urologista e sexólogo da Faculdade de Medicina do ABC, na região metropolitana de São Paulo. “Ao ingerir uma medicação dessas sem o consenso do médico, a tal sensação de alívio não é plena, porque o pênis continuaria rígido. Aí, a satisfação pode não ser total”, completa Fidalgo.

O conceito de impotência

Hoje em dia, o estereótipo do macho alfa é o do atleta sexual, aquele que vara a noite em múltiplas e contínuas sessões com a parceira. Tal imagem cria a ilusão de que qualquer desempenho não digno de uma menção honrosa no Kama Sutra, clássico indiano da literatura erótica, é sinônimo de disfunção erétil. “Diagnostica-se uma pessoa com esse distúrbio apenas quando há incapacidade de manter uma ereção suficiente para a penetração”, define o urologista Aguinaldo Nardi, presidente da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). Ou seja, não tem nada a ver com a performance no ato. O remédio traz benefícios só a quem sofre com esse quadro específico e passou pela avaliação de um profissional. Acredite, se não é o caso, melhor economizar o dinheiro das drágeas para comprar flores.

Drogas contra impotência, além de agirem nas partes baixas, podem propulsionar efeitos indesejados no resto do corpo. As reações adversas mais comuns são dor de cabeça, manchas na pele, diarreia, alterações visuais e até tontura. É bem verdade que nem todo mundo apresenta os sinais, mas para que correr um risco desnecessário? “Sem contar que certos medicamentos pró-ereção dilatam vasos do coração”, acrescenta Marco de Tubino Scanavino, psiquiatra do Projeto Sexualidade, que pertence ao Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo. Logo, cardiopatas precisam ser encaminhados a um especialista antes de utilizá-las – algo que simplesmente não acontece quando se adquire um produto desse tipo sem prescrição.

Mesmo ao receitar cápsulas que estimulam o endurecimento do pênis, os especialistas fazem de tudo para que o paciente pare de consumi-las ao longo do tempo. “Principalmente em quadros de disfunção erétil psicológica, elas auxiliam no início da terapia, porque devolvem a confiança a alguém que, caso contrário, evitaria novas experiências sexuais por medo de se frustrar”, analisa Scanavino. “Mas, conforme a situação evolui, a gente vai retirando a medicação aos poucos”, garante.

Infelizmente, as brochadas advindas de piripaques fisiológicos costumam demandar o uso prolongado. Daí a importância de se prevenir contra chateações capazes de afetar a chegada de sangue ao órgão genital masculino, algo fundamental para que ele cresça. “Obesidade e diabete, por exemplo, comprometem a circulação e, consequentemente, são considerados fatores de risco para impotência”, adverte Scanavino. “Uma vida sexual saudável vem de uma vida saudável como um todo”, conclui Nardi. Essa, sim, é uma receita médica que todo homem deve seguir sem medo e que com certeza vai agitar as relações dentro do quarto.

Uma bala pró-ereção?

Em 2011, foi disponibilizado no mercado um tipo de pastilha sabor menta que se dissolve na boca em segundos com função similar à das drogas anti-impotência tradicionais. Ela inclusive é vendida em embalagens parecidas com a de gomas de mascar. Mas a aparência não justifica o consumo indiscriminado. “Seu mecanismo de ação é igual ao dos outros remédios”, atesta Aguinaldo Nardi, urologista da SBU. Em outras palavras, a pastilha é indicada para tratar uma encrenca, e não para apimentar a relação.

O que faz decolar…

Confira simples hábitos que mantêm o pênis em ponto de bala por anos a fio

  • Fugir do estresse A tensão libera hormônios que estreitam os vasos. Aí, falta sangue para o órgão genital subir.
  • Exercitar-se Além de ser um relaxante, a atividade física melhora o aporte do líquido vermelho ali.
  • Dormir bem Pouco tempo na cama eleva em três vezes o risco de reclamar da disfunção erétil.

Caso deseje aumentar o pênis, veja essa fonte: https://tratandoimpotencia.pro/como-aumentar-o-tamanho-do-penis/

…e o que faz cair

Cuidado com os tópicos abaixo. Cada um deles pode resultar em queda precoce da potência

  • Beber muito álcool: Cerveja, vinho e afins em excesso abalam a ereção, tanto no dia do porre como nos posteriores.
  • Fumar: O tabagismo diminui o calibre das artérias que irrigam a região peniana.
  • Tomar certos remédios: Sempre discuta com seu clínico sobre o possível efeito antiereção de drogas que você ingere.

Bastidores do esperado lançamento

Confira o que passa no organismo no momento da excitação

1. Contagem regressiva Estímulos diversos, que vão da visão de uma mulher atraente até um toque mais ousado, serão processados pelo sistema nervoso. A partir daí, o cérebro envia impulsos elétricos até a genitália.

2. Turbinas ligadas Essas mensagens enviadas pela torre de comando induzem a fabricação de óxido nítrico. A substância atinge os vasos que abastecem o pênis e os dilata. Isso, por sua vez, facilita a chegada de sangue à região como um todo.

3. Missão cumprida O líquido vermelho, então, preenche os chamados corpos cavernosos, estruturas localizadas no pênis que, inchadas de sangue, enrijecem-no. Aí, o órgão fica pronto para ir para as alturas e entrar em ação.

Candidíase – Você sabe como tratar este mal?

A Candidíase é muito comum entre as mulheres. Saiba como se prevenir e tratar a doença

A candidíase é uma infecção provocada pelo fungo Cândida Albicans e é um grande mal entre as mulheres. “Pelo menos uma vez na vida 75% a 80% das mulheres terá a candidíase”, afirma Poliani Prizmic, ginecologista e obstetra do hospital e maternidade São Luiz.

candidiase mulher

A candidíase não é considerada uma DST, já que, no nosso corpo existe o fungo adormecido. Nas mulheres dentro da flora vaginal e intestinal, e nos homens em forma de esporos no pênis. Porém, dentre as formas de proliferação, uma delas é o ato sexual, em que o homem ou a mulher, podem vir a contaminar o parceiro. Por isso, as mulheres com vida sexual ativa são mais propensas à doença, “mesmo que a relação seja praticada com camisinha, o pênis faz um microtrauma na parede da vagina, assim a mulher fica mais predisposta à doença”, explica a ginecologista.

Mas, a doença conta com outras propensões. “A candidíase pode estar associada à baixa imunidade, uso de antibióticos, anticoncepcionais, corticoides, e até mesmo à alimentação”, explica Poliniani. Além desses fatores, há o famoso biquíni molhado. “No verão a candidíase é mais comum, pois a temperatura está mais alta e utiliza-se mais biquíni/maiô do tipo Lycra”, diz Eduardo Zlotnik, ginecologista e obstetra do hospital Albert Einstein.

No entanto, na maioria das vezes, explicam os ginecologistas, a crise desse fenômeno está, geralmente, ligada aos casos de baixa imunidade, além de uma dieta rica em farinha branca e açúcar, que acabam por modificar o pH da vagina, o deixando mais ácido e ideal para a proliferação da Cândida Albicans.

Sintomas e tratamentos

A doença é uma das queixas mais frequentes dentro dos consultórios ginecológicos, e conta com sintomas que incomodam. Nas mulheres a candidíase aparece com coceira na vagina e no canal vaginal, corrimento, dores para urinar e também nas relações sexuais. Nos homens, os sintomas mudam um pouco, “aparecem manchinhas vermelhas, pode ocorrer inchaço, aparecer pontos vermelhos e coceira, assim como nas mulheres”, afirma a ginecologista e obstetra do hospital e maternidade São Luiz Poliani Prizmic. Segundo a ginecologista, o melhor diagnóstico é o clínico, dentro do consultório.

Para o tratamento, é feito o uso de remédio antifúngico oral e creme vaginal, por mais ou menos uma semana. Além de, “evitar tecidos que aumentem a temperatura local como do tipo Lycra e roupas apertadas, e até mesmo dormir sem calcinha pode ajudar a melhor ventilação local”, afirma o ginecologista e obstetra do hospital Albert Einstein Eduardo Zlotnik.

Para complementar, segundo Poliani a alimentação correta e nutritiva é muito importante para que a cura seja alcançada e se evite a reincidência da doença. Pois, sistema imunológico forte não abre espaço para a candidíase.

Alternativa

Em entrevista à revista BOA FORMA o ginecologista José Bento, dos hospitais Albert Einstein e São Luiz, afirmou que antes de as pessoas começarem o tratamento por remédios, seria interessante investir primeiro em mudanças nos hábitos alimentares.

O ginecologista afirma que restringir os doces e carboidratos da dieta do dia a dia pode atuar diretamente na candidíase. “O açúcar altera o pH da vagina de modo a favorecer a proliferação dos fungos”, afirma José Bento. Outra mudança alimentar proposta pelo médico é a introdução na cardápio de alimentos com ação antifúngica. São eles: o alho, o alecrim, a cebola e o orégano.

Será que é endometriose?

Remédios contra disfunção erétil fizeram decolar a vida sexual de homens com o problema. Mas, se utilizados sem necessidade, eles afundam a qualidade da transa e até causariam impotência.

Nós, mulheres, tendemos a encarar as cólicas como um dos desconfortos típicos da menstruação. Entretanto, essas velhas conhecidas muitas vezes são o principal sintoma da endometriose. “Mesmo quem as tem regularmente procura pouco o médico por não estar ciente da importância delas”, aponta o ginecologista Maurício Abrão, presidente da Associação Brasileira de Endometriose e Ginecologia Minimamente Invasiva, a SBE.

Por ser silenciosa e facilmente confundida com outras moléstias, a doença, que financia problemas que vão de fortes dores até a infertilidade, ainda é ignorada por grande parte do público feminino. Uma pesquisa nacional encomendada pela SBE em parceria com a farmacêutica Bayer mostrou que 55% das moças a desconhecem. Esse número é preocupante, principalmente se levada em consideração outra estatística: a de que o mal afeta uma em cada dez brasileiras. “A mulher com endometriose tem menos qualidade de vida, já que a dor a incapacita para realizar as tarefas cotidianas”, alerta o ginecologista Thomas Moscovitz, da SalomãoZoppi Diagnósticos, em São Paulo.

Os medicamentos geralmente prescritos para combater o distúrbio, caso de anticoncepcionais e hormônios masculinos, não foram originalmente desenvolvidos para tratá-lo. Agora, chega ao mercado o dienogeste, novo remédio que simula a ação da progesterona, hormônio feminino que, entre outras coisas, coordena o ciclo menstrual. Ele promete atuar diretamente sobre o endométrio, o tecido uterino responsável por desencadear a enfermidade, e é o primeiro fármaco a ser recomendado especialmente para a endometriose. “Os testes comprovaram que a substância inibiu a ação do estrogênio, molécula que estimula o crescimento do tecido uterino”, conta Abrão. “Além disso, o comprimido pode ser usado por um longo período com poucos efeitos colaterais”, completa o especialista.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já autorizou a venda do dienogeste. Os médicos agora esperam observar no consultório os efeitos propagados da droga. “Só poderemos atestar pra valer a eficácia dessa nova progesterona após avaliar os resultados nas pacientes”, pondera o ginecologista Eduardo Schor, da Universidade Federal de São Paulo, na capital paulista. É uma esperança na luta contra essa misteriosa vilã, que será destrinchada a seguir.

O que é endometriose?

mulher saudavel

Durante o ciclo menstrual, o endométrio, composto de células e glândulas que respondem ao comando dos hormônios, é estimulado a ponto de crescer. Depois, se não recebe nenhum óvulo fecundado, descama. O caminho para aniquilar esse tecido inutilizado é o sangue, ou seja, a menstruação. No entanto, nem todo o líquido vermelho que transporta essas células é eliminado – parte dele volta no sentido contrário ao da vagina e se aloja onde não deveria. “A teoria mais aceita para justificar a endometriose é que essas células que seriam despejadas ainda estão com vida e formariam as lesões”, expõe o ginecologista Julio Cesar Rosa e Silva, professor da Universidade de São Paulo, em Ribeirão Preto, no interior paulista.

Entretanto, a menstruação retrógrada, como é chamado esse processo, não explica tudo, já que a maioria das mulheres apresenta essa espécie de refluxo sem nenhuma complicação. Somente o organismo que sofre com a doença é que não dá conta de absorver as sobras do endométrio. E é aí que reside uma das principais dificuldades: estabelecer as causas do problema. “Acreditamos que essa falha seja causada por uma mistura de componentes genéticos e uma alteração do sistema de defesa da mulher, que não absorve esses resquícios”, discorre a ginecologista Rosa Maria Neme, diretora do Centro de Endometriose São Paulo. Outro possível facilitador é o estilo de vida. Atualmente, a mulher demora mais para engravidar. Isso faz com que o estrogênio aja por tempo prolongado, aumentando o risco de a chateação aparecer. “Outros fatores, como estresse e má alimentação, também têm algum envolvimento”, completa Rosa.

Os pequenos focos de endométrio fora de lugar se instalam em locais ao redor de toda a região pélvica. Daí começam os transtornos. “O principal deles é a cólica intensa, que, com o avançar dos anos, piora e surge até fora do período menstrual”, aponta Moscovitz. Trata-se de um mal-estar daqueles: de dores que se assemelham ao desconforto provocado por gases, passando por dificuldades para urinar, intestino preso ou solto demais e irregularidades na menstruação. “Geralmente, ela fica mais curta e pode ocorrer até duas ou três vezes ao mês”, diz a ginecologista Flávia Fairbanks, de São Paulo. Sentir dor ao longo e depois da relação sexual também é um sinal importante. A infertilidade, porém, é a mais grave das consequências – cerca de 40% das mulheres que não conseguem engravidar têm endometriose. Felizmente, é possível reverter esse quadro com o tratamento hormonal.

A questão é: descobrir a existência do mal não é tarefa das mais simples. Um estudo recente realizado pela Universidade Estadual de Campinas, no interior de São Paulo, revelou que a média de tempo de investigação é de sete anos, e, entre as mais jovens, esse período sobe para 12. Em média, as mulheres recebem o diagnóstico do distúrbio aos 32 anos de idade. “A partir da primeira menstruação, o médico precisa ficar atento às reclamações de cólicas fortes”, orienta Abrão. A certeza de que é endometriose, no entanto, só vem mesmo com a cirurgia, quando é possível observar os focos rebeldes, por assim dizer, do endométrio. Mas uma batelada de exames de sangue e de imagem pode evitar a operação e acelerar o início do tratamento.

Após o diagnóstico, chega o momento de domar a endometriose. Como em quase tudo que envolve o sistema reprodutor feminino, os hormônios exercem um papel fundamental na maioria das opções terapêuticas. Não à toa, um dos principais alvos dos tratamentos é o estrogênio. Até pouco tempo atrás, usavam-se substâncias que imitavam a ação dos hormônios masculinos e, consequentemente, reduziam a ação do estrogênio no endométrio. “Mas, por causa dos efeitos colaterais, como o crescimento de pelos e a voz que se tornava mais grave, esse tipo de medicação foi sendo deixado de lado”, observa o ginecologista Renato Ferrari, da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

A tática mais utilizada hoje é a prescrição de anticoncepcionais à base de progesterona, uma espécie de antagonista do estrogênio. Ele entra em cena na fase do ciclo menstrual em que o endométrio já cresceu o suficiente, sinalizando que está na hora do tecido descamar. Em mulheres com endometriose, ingerir doses de progesterona não apenas impede a ação do seu rival como também atrofia os focos do endométrio que foram parar fora do útero. É como se a substância formasse um escudo que impede o estrogênio de alimentar o revestimento uterino.

O dienogeste, nova arma na batalha contra a endometriose, é uma evolução desse tipo de fármaco

Quando o mal já está em um grau avançado, no entanto, a cirurgia costuma ser o recurso aventado pelos especialistas. “Os exames de imagem, como um ultrassom especializado no pré-operatório, são fundamentais para sabermos o que vamos encontrar. Dessa maneira, a possibilidade de realizar uma nova intervenção diminui”, opina Abrão.

Como funciona a cirurgia

Diga-se: a endometriose nunca é totalmente curada. “Como não podemos cravar a verdadeira causa, apenas combatemos os focos dela”, discorre Julio Cesar Rosa e Silva. Todavia, quando o tratamento é eficaz, dá para anular os sintomas. E, quanto mais rápido o diagnóstico, menor o risco de a doença progredir. Por isso mesmo, a mulher deve prestar atenção nas dores na região pélvica, principalmente nas cólicas – e, claro, conversar com o ginecologista.

Câncer à espreita

Em abril, a Universidade de Cambridge, na Inglaterra, divulgou um trabalho relacionando a endometriose a tumores no ovário. Os estudiosos analisaram 20 mil mulheres e concluíram que o risco de três tipos de câncer nessas glândulas era mais alto em quem já tinha problemas com o endométrio. “Esse elo está sendo levantado há alguns anos, mas o estudo inglês deu robustez à discussão”, analisa o ginecologista Maurício Abrão, presidente da SBE.

A influência dos hábitos saudáveis

Algumas mudanças no dia a dia contribuem para afastar o risco da endometriose, como diminuir os níveis de estresse e aumentar o consumo de ômega-3, gordura do bem presente em alimentos como a chia, o salmão e o óleo de linhaça. Em quem já está às voltas com o distúrbio, além de uma alimentação balanceada, a atividade física pode ser uma aliada pelo fato de liberar no cérebro substâncias que aliviam a dor.

Dá para combater a cárie antes mesmo de ela aparecer

Testes e aparelhos de última geração chegam ao país para detectar o problema num estágio em que ainda não é um caso sério – e pode ser revertido.

A visita ao dentista está inevitavelmente atrelada a uma infinidade de ferramentas diferentes. Do temido motorzinho ao aliviante esguicho d’água, esses dispositivos ajudam o profissional a limpar, examinar e tratar chateações em toda a cavidade bucal e já fazem parte da rotina de quem costuma passar por uma consulta – encontro que, diga-se, deve acontecer semestralmente. Essa lista de aparelhos vai ganhar ótimos reforços nos próximos meses: algumas novidades desembarcam no Brasil e prometem detectar a cárie logo cedo, em sua fase bem inicial.

Os especialistas são unânimes em afirmar que é possível brecar o avanço dessa doença se ela estiver no começo. Nessa situação, o esmalte perde os minerais protetores e o odontologista pode exigir do paciente uma atenção redobrada na limpeza de dentes, língua e bochechas, e um controle ainda mais rígido no consumo de doces (saiba mais no infográfico abaixo). “Ao mesmo tempo, fazemos uso de alguns produtos com flúor que devolvem ao sorriso as substâncias perdidas”, conta a dentista Livia Tenuta, professora da Faculdade de Odontologia de Piracicaba da Universidade Estadual de Campinas, no interior de São Paulo.

Ao impedir que as bactérias cavem túneis nessas estruturas ósseas, é possível fugir de procedimentos invasivos e dolorosos – caso, por exemplo, da restauração, que lança mão de brocas e massas para limpar e fechar a cratera. “Por mais que o material seja de ótima qualidade, ele ainda não se compara ao dente intacto. Portanto, quanto menos mexermos ali, melhor”, atesta a dentista Sonia Groisman, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Uma das boas notícias da odontologia são os testes salivares, que podem ser divididos em estimulados ou não estimulados. No primeiro, o dentista oferece à pessoa uma goma de mascar neutra – as mordidas em sequência incentivam a produção de saliva. Na outra modalidade, o indivíduo cospe todo líquido que for capaz de produzir durante determinado período. No caso, o objetivo é medir a quantidade de saliva fabricada. Ora, esse detergente natural é responsável por limpar e equilibrar o pH da boca, o que evita diversos problemas, entre eles a tal da cárie. O normal é salivar 0,1 mililitro por minuto no exame não estimulado e entre 0,5 e 0,7 mililitro quando estimulado. Se as glândulas não estão trabalhando como deveriam, é sinal de que a cárie vai aparecer – se é que já não marca presença em algum cantinho obscuro da boca.

combate caries

Combate as cáries

Ainda no mundo do combate às cáries, um aparelho vem chamando a atenção: é o Quantitative Light-Induced Fluorescence, o QLF, que deve estar disponível no país até o final deste ano. Ele é uma espécie de câmera fotográfica que lança uma luz bem forte, captura imagens e passa as figuras para um computador. A claridade, de cor azulada, se transforma em um verde fluorescente quando se mistura com a brancura da dentição. “Muitas vezes, a cárie se esconde em locais em que não é possível visualizá-la. O QLF é interessante porque detecta justamente lesões escondidas nesse período inicial”, acrescenta o dentista Marcos Moura, presidente da Associação Brasileira de Halitose.

Essas fotografias mostram onde o processo de desmineralização – quando o esmalte perde elementos como o cálcio e o fosfato – está acontecendo de vento em popa. Diga-se aliás que o QLF indica exatamente o lugar em que estão concentradas as bactérias da moléstia. “Com isso, o tratamento se torna bem mais específico, focado no ponto em que se encontra o problema”, elogia Sonia Groisman.

Outro dispositivo bastante promissor é o Cariescan, que tem a vantagem de ser portátil e de fácil manuseamento. Ele joga em toda a boca pequenos sinais elétricos, que se espalham pelos dentes e verificam se há alguma irregularidade ou rugosidade estranha em seu exterior. “O Cariescan analisa a mancha branca, um dos primeiros sinais da cárie, e é capaz de quantificar essa lesão primária”, explica Livia Tenuta.

O Cariescan, parece, apresenta uma baita eficácia: de acordo com os fabricantes, ele acertou o diagnóstico de 94,8% dos casos estudados. Depois de escanear a boca por completo, ele passa para um PC todas as informações. Para isso, porém, não são necessários fios ou cabos: tudo é transmitido via bluetooth, uma tecnologia de troca de dados por meio da frequência de rádio – curiosamente, a palavra inglesa bluetooth significa dente azul. “Tanto ele quanto o QLF mostram com mais precisão o que o dentista muitas vezes já vê a olho nu”, completa Livia Tenuta.

Obviamente, as duas boas-novas são passíveis de críticas. A principal delas é a minúcia exagerada dos aparelhos. “Quando o dentista não enxerga a desmineralização por meio das manchas brancas, significa que esse processo é muito pequeno e pode ainda não estar relacionado propriamente com a cárie”, alerta o odontologista Marcelo Bönecker, professor da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo. Também é importante saber se essa perda de minerais no esmalte está ativa ou parada. “Em algumas situações, esses aparelhos induzem o dentista a pensar que existe um machucado em locais em que tudo de fato está em ordem. Portanto, acho que nada substitui um exame visual benfeito”, contrapõe Bönecker.

Essas duas ferramentas são evoluções de aparelhos que já tentavam reduzir o problema da cárie ao redor do mundo. Foram necessários diversos outros testes para que a ciência do sorriso mais bonito chegasse ao atual estágio. Um exemplo é o exame de transiluminação, que se valia de fibra óptica, sem contar as máquinas a laser, que fluoresciam as bactérias e o esmalte desmineralizado. Mas isso não quer dizer que essa história chegou a um ponto final: ainda faltam muitos avanços, e tecnologias futuras deverão aprimorar as conquistas da atualidade.

“Os dois aparelhos são o que há de mais novo na detecção de cáries. O que poderá fazer um ser mais vantajoso que o outro será o custo”, aponta Marcos Moura. Isso porque ainda não se sabe o preço que essas ferramentas terão ao desembarcar em território nacional. Provavelmente, as recém-chegadas serão bem caras. Mas a tendência é que, com o passar dos anos, barateiem e, assim, fiquem disponíveis a um maior número de indivíduos. Daí, as cáries que se cuidem: sua história de mais de 500 mil anos na cavidade bucal pode ter, enfim, um final feliz para os dentes.

Tratamento para colesterol elevado

O seu peso atual – tal como os seus atuais hábitos alimentares – é um resultado artificial da evolução social. Para conseguir retornar ao seu peso (ideal) natural, deve adotar uma dieta natural e nesse percurso, fazer com que o metabolismo se atrase em relação ao estado natural de atividade.

Mantenha esta ideia presente quando ler o plano de ação de hoje – cada etapa aqui delineada, da preparação à execução, tem em vista fazer o seu corpo retornar ao peso natural.

Vamos lá começar …

O Que Necessito Ter Para Começar?

Nada!

É verdade; não necessita ter nada (seja uma situação ameaçadoramente grave por causa do seu peso ou um problema de saúde que obrigue a perder peso) e de certeza não precisa “deixar que algo lhe aconteça” antes de começar a perder peso.

Não precisa de arranjar desculpas se perder a embalagem e voltar outra vez aos “maus hábitos alimentares”. Não necessita de encontrar uma “justificação” como um casamento próximo ou as mudanças de estações (início do verão e o desejo de aparecer na praia com o corpo mais esbelto) para voltar de novo ao bom caminho.

De facto, sugeria que esquecesse de vez a ideia associada à necessidade de perder peso e se mentalizasse para estabelecer um compromisso forte em recuperar o seu peso natural. Faça uma escolha consciente do que precisa ter para construir um estilo de vida saudável, e certifique-se de que seguirá para sempre este plano de ação.

Objetivos para Reduzir Peso

montando dieta

A maioria das pessoas cometem o erro de escolher objetivos irrealísticos para perder peso – como resolver perder 2 quilos ou mais numa semana, escolhendo “como peso ideal” um valor significativamente inferior ao seu “peso natural”. Em vez disso, cinja-se a um objectivo realista, tal como 1 quilo por semana, de modo a que possa perder peso definitivamente comendo bem e não se sacrifique passando fome.

As dietas podem surgir anunciadas através de uma propaganda atrativa quando lhe dizem que pode perder vários quilos por semana, mas tenha em atenção que quase sempre, o exercício é a única ferramenta que pode usar como ajuda para perder mais de 1 quilo por semana (sem exageros de privações). Logo que pare de se exercitar, recupera de imediato o peso.

O exercício, como já afirmei anteriormente, é ótimo para a sua saúde, mas requer força de vontade e produz um efeito maior se o puder integrar na sua rotina diária. Contudo, no que diz respeito à perda de peso (tratando-se de perda de peso permanente), esqueça o exercício e concentre-se em objetivos realísticos, a longo prazo.

Perder 1/2 quilo por semana significa dizer que queima 3850 calorias – aproximadamente 550 calorias por dia. Conseguir uma queima superior (900 g. por semana exigem-lhe que perca 990 calorias por dia) provocar-lhe-á uma tensão enorme no corpo – especialmente se para perder essas calorias extra tiver de comer menos (enquanto programa o seu corpo para um consumo superior de calorias). Se o seu estilo de vida for moderadamente ativo, pode tentar perder 1 quilo por semana – contudo para a maioria das pessoas, 1/2 quilo por semana levá-las-á ao caminho seguro e permanente para a perda de peso.

Claro que também pode querer considerar quais são as suas maiores motivações para perder peso (a minha sempre foi conseguir uma saúde melhor, mas isto é sempre um caso pessoal) – desde que as suas motivações sejam a longo prazo, isso pode ajudar ao progresso mesmo que se sinta tentado de novo a voltar a comer quantidades disparatadas de alimentos.

Apliquemos os números:

Para calcular as suas necessidades diárias de calorias (e saber assim quantas calorias precisa consumir diariamente para perder 1/2 quilo por semana), utilize a seguinte informação:

  • Sexo
  • Idade
  • Altura
  • Peso

Nível de atividade diária (sedentário a muito ativo)

Uma vez da posse destes dados, introduza-os numa calculadora de calorias grátis para conhecer um valor aproximado de quais as calorias que necessita ingerir diariamente. Depois, abata 550 ao resultado encontrado (se o seu objectivo for perder 1/2 quilo por semana) e encontra a quantidade diária “de calorias aconselhadas”.

Use esta calculadora (http://www.am-i-fat.com/calmaintain.html)

Escolha Uma Dieta

Na sessão 5, falamos de dois tipos de dietas (baixas em hidratos de carbono e ricas em proteínas) que pode adotar dependendo de como for a atividade diária da sua vida. Agora, depois de ter esboçado os objetivos pessoais para a perda de peso, é altura de decidir qual a dieta que deve seguir. Isto é muito fácil – se a sua rotina diária for ativa (como referência, se jogar diariamente qualquer desporto, fizer exercício ou se o seu trabalho envolver muito esforço manual, a sua rotina considera-se como razoavelmente ativa), escolha uma dieta rica em proteínas. Se for como a maioria de nós (levar uma vida sedentária ou inativa), então escolha uma dieta baixa em hidratos de carbono.

Um outro aspecto a considerar na escolha da sua dieta é o número de refeições diárias. Como regra geral, sugeriria que começasse com 4 refeições diárias [3 refeições regulares (pequeno almoço, almoço e jantar) e um snack entre o pequeno almoço e o almoço]. Um plano de 4 refeições está na base de tudo o que falamos quanto a sobrecarregar o seu metabolismo. Comerá mais frequentemente, comerá menos por refeição e acima de tudo comerá menos globalmente, fazendo com que o seu metabolismo acelere simultaneamente QUANDO come menos – um impacto a dobrar na nossa equação básica e também no seu peso.

Um Plano Semanal

O passo final no plano de atuação é traçar individualmente um mapa semanal. Isto passa por escolher um conjunto de receitas (baseadas na escolha da sua dieta) para todas as 4 refeições diárias e repetir o processo em cada dia da semana.

Não deixe que seja a sua saúde a impor-lhe a tomada de decisões de última hora quanto à sua alimentação. Um componente crítico de ambas as dietas já referidas é a seleção dos alimentos e as receitas específicas de cada dieta em termos do índice de calorias E da mistura hidrocarbonatos proteínas. Planeando com antecedência e certificando-se da escolha correta das suas receitas selecionadas (de modo a que as possa comprar com antecedência), garantirá que tem sempre algo “como guia” para se manter no trajeto correto para a perda de peso, com um formulário completo para um plano semanal detalhado incluindo não apenas o que comer, mas quando comer e como preparar a comida.

O plano alimentar é o vértice destes 7 Dias Para Perder Peso Definitivamente mas na realidade, é uma parte de um todo – sem a perspectiva exata da dieta natural e sem adotar uma dieta agradável para perder peso como um sistema impulsionador do seu metabolismo, não poderá conseguir perder peso permanentemente.

Para começar este projeto, necessita apenas de duas coisas:

  • Um conjunto de receitas para as suas dietas
  • Um plano semanal para as refeições diárias

Além disto, é tudo uma questão de escolher as receitas de acordo com as combinações adequadas dentro da quantidade calórica aconselhada (mantendo sempre em mente as calorias que tem de queimar diariamente e não comendo demasiado ou de menos).

E quase que me esqueci de mencionar a melhor parte deste programa – uma vez que consiga perder peso com este sistema, poderá usá-lo para manter um estilo de vida muito saudável, comendo apenas o equivalente diário da quantidade de calorias aconselhadas.

Antes de acabarmos

Há muito tempo já, que tenho usado pessoalmente este sistema para perder peso e manter o meu “peso natural” e comer saudavelmente (embora o tenha modificado ligeiramente porque me exercito com regularidade).

A única dificuldade que tive no início foi a seleção de receitas – quis ter a certeza de que comeria algo bem saboroso para me aligeirar o caminho. Acabei por conseguir recolher bastantes receitas logo de início, auxiliando-me a começar o processo já preparado para algumas semanas sem ter de repetir nenhuma refeição semanalmente. A variedade da minha dieta foi um fator essencial que contribuiu para me manter envolvido no processo, através do planeamento prévio de uma semana completa.

Esperamos que tenha aproveitado estas sessões para se mentalizar para a necessidade de construir hábitos alimentares saudáveis, não apenas na óptica de perder peso mas visando transformar o seu estilo de vida.